-->

Leia antes de iniciar a a leitura no Orquídeas Sem Mistério!

Tutorial do Blog Orquídeas Sem Mistério.

Olá Pessoal!! Estou agora atualizando o Tutorial deste blog, uma vez que ocorreram algumas mudanças em sua funcionalidade tornando o mais pr...

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Fenologia de orquídeas para leigos – curiosidades e dicas importantíssimas!

Olá pessoal! Venho agora aqui para iniciar uma nova série de postagens sobre fenologia de orquídeas.
Bem vocês vão ler essa primeira parte e perguntar: "Que raios é essa tal fenologia????"
Vou colocar agora aqui a definição do termo para vocês se familiarizarem pessoal:

"Fenologia forma contraída de “Fenomenologia”,é o ramo da Ecologia que estuda os fenômenos periódicos dos seres vivos e suas relações com as condições doambiente, tais como temperatura, luz e umidade. A migração das aves e a floração e frutificação de plantas são exemplos de fenômenos cíclicos estudados pela fenologia.
Ela estuda as mudanças exteriores (morfologia) e as transformações que estão relacionadas ao ciclo da cultura. Representa, portanto, o estudo de como a planta se desenvolve ao longo de suas diferentes fases: germinação, emergência, crescimento e desenvolvimento vegetativo, florescimento, frutificação, formação das sementes e maturação.
Muitos processos fenológicos, como a queda de folhas e a floração, estão claramente relacionados ao clima...." Fonte Wikipédia (https://pt.wikipedia.org/wiki/Fenologia)
Então pessoal? entenderam a definição de fenologia? Resumindo é o estudo das fases de desenvolvimento dos seres vivos, no nosso caso as orquídeas e os processos envolvidos e a relação com clima e ambiente, mas não se preocupem pessoal, pois isso não será feito com um montarel de texto, mas sim com vídeos explicando as fases de crescimento de cada espécie em questão sempre com foco voltado no cultivo prático com dicas para melhor momento para replante e outras práticas em suas plantas. Lembrando também que esses estudos são estudos empíricos feitos com muita observação em minhas próprias plantas e que podem sofrer algumas variações de acordo com o clima e local de vocês, mas creio que será uma grande ajuda que servirá de base para as próprias observações de vocês ajudando a ter plantas mais bonitas com florações mais exuberantes, afinal, não é o que queremos?? Pois então, vamos ao que interessa!
Segue agora aqui os vídeos sobre algumas espécies de interesse e conforme eu for gravando novos vídeos irei atualizando esta postagem para vocês.
Forte abraço a todos e acessem também o Canal Plantas Sem Mistério para verem esses e outros vídeos!!

Fui!!!  



 Fases do Desenvolvimento da Cattleya bicolor

 Fases do Desenvolvimento dos Cyrtopodiuns
 Fases do desenvolvimento da Cattleya aurantiaca

 Fases do Desenvolvimento das Encyclias(Apanhado geral)

Fases do Dedenvolvimento da Cattleya bownrigiana
        comparação enraizamento Cattleya labiata e warnerii    
           
Fases do desenvolvimento da Laelia purpurata, lobata e tenebrosa pt 1
                Fases do desenvolvimento da Laelia purpurata, lobata e tenebrosa pt 2
                    Fases do desenvolvimento da Cattleya forbesii
                     Fases do desenvolvimento da Cattleya elongata
                Fases do desenvolvimento da Cattleya aclandiae
                   Fases do desenvolvimento da Cattleya walkeriana e nobilior
                                       Fases do desenvolvimento da Cattleya leopoldii e guttata
       Fases do Desenvolvimento da Cattleya labiata


       Fases do desenvolvimento do Dendrobium spectabile

Fases do desenvolvimento da Cattleya warnerii

 Fases do desenvolvimento da Cattleya skinerii
 Fases do desenvolvimento da Cattleya amethystoglossa


Fases do desenvolvimento dos Caatasetuns

4 comentários:

  1. Olá Andrew, tudo bem? Em primeiro lugar, parabéns pelo blog e pela seriedade e profissionalismo com que trata do assunto. Na internet, é muito comum encontrarmos informações sem qualquer embasamento, "achismos". Mas você sempre traz conhecimento aprofundado. Parabéns! Gostaria de trocar uma ideia com você. Gosto muito dos adubos B&G (Viçosa - MG). Uso tanto o pó (orgânico) quanto o líquido. Gostaria de saber se você já testou e qual a sua opinião sobre o reaproveitamento de resíduos domésticos na adubação. Por exemplo, cascas de ovo trituradas seriam uma boa fonte de cálcio? Já ouvi dizer sobre o uso da borra de café na adubação orgânica. Seria uma boa fonte de nutrientes mesmo? Tem que passar por algum processo de fermentação? Obrigado. Abraços, Erick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigado! Então realmente é interessante o uso de resíduos domésticos, principalmente para produção de chorume que pode ser inclusive usado em orquídeas e realmente a casca de ovo é uma ótima fonte de cálcio e é bastante utilizada com bons resultados, embora seja um pouco trabalhosa para preparar. O minhocário doméstico é uma ótima fonte para se produzir adubo de altíssima qualidade, sendo que o chorume você pode utilizar nas orquídeas e demais plantas e o humus produzido pode usar em plantas terrestres, frutíferas, hortas e orquídeas terrestres, mas não nas epífitas.
      Quanto a borra de café não precisa ser fermentada e ela ajuda a repelir um pouco as formigas, mas cuidado com o excesso. Em orquídeas epífitas os adubos orgânicos devem ter boa procedência e estarem estabilizados ou bem curtidos para evitar aquecimento no substrato ou mesmo queima das raízes e também ficar de olho, pois eles ajudam a acelerar o envelhecimento dos substratos.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só perguntar.
      Forte abraço!

      Excluir
  2. Oi vc esta de parabém gostei muito dos artigos e dos videos.

    ResponderExcluir