-->

Leia antes de iniciar a a leitura no Orquídeas Sem Mistério!

Tutorial do Blog Orquídeas Sem Mistério.

Olá Pessoal!! Estou agora atualizando o Tutorial deste blog, uma vez que ocorreram algumas mudanças em sua funcionalidade tornando o mais pr...

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Phalaenopsis - A "Orquídea Borboleta" Parte 2



Olá Pessoal! dando continuidade a postagem anterior entraremos no cultivo desta magnífica planta que pela sua facilidade em manipular seu desenvolvimento e rapidez no crescimento, além de uma ótima adaptação ao nosso clima brasileiro na maioria das regiões torna essa uma das plantas mais fáceis de cultivo, além de ser a mais indicada para interiores.
Quanto ao cultivo das Phalaenopsis é importante destacar os principais tratos culturais que são bem parecidos para as demais orquídeas e a parte de manipulação do desenvolvimento desta planta, que então sim é diferente das demais, já que uma cattleya, por exemplo já não se tem esse conhecimento do que induz o florescimento propriamente dito, assim como se tem em Phalaenopsis. Então para facilitar começarei a conversa aqui falando dos principais tratos culturais, depois da questão de manipulação do desenvolvimento da planta e por último na indução de "keikes" em hastes de Phalaenopsis e as curiosidades quanto a esse assunto.




Quanto aos tratos culturais não existem grandes diferenças as demais, como já dito anteriormente o que vai facilitar muito as coisas, mas mesmo assim é importante o conhecimento destes.


Então, para começar falaremos sobre luminosidade. As Phalaenopsis, como já dito na parte 1 da postagem é uma planta de matas densas da Ásia tropical, devido a isso estão habituadas a regiões mais sombreadas, entretanto possuem uma grande capacidade em adaptações a momentos curtos de insolação direta sem colapsar os tecidos e queima as folhas, entretanto, na prática o cultivo deve ser feito em sombreamento entre 50 a 70%, podendo ter picos de 40% a 80% sem ter prejuízos, o que facilita em muito seu cultivo em interiores, que em geral são mais escuros, então para quem cultiva em ambientes internos(ver postagem sobre cultivo em ambientes internos) como uma janela, uma varanda, um terraço, pode coloca-las em locais mais sombreados um pouco e evitar o sol direto nas folhas, podendo tomar aquele sol fraquinho da manha ou fim da tarde e sempre atentar a temperatura das folhas quando o sol estiver batendo sobre elas. Caso a folha esteja a uma temperatura que a gente consegue colocar a mão, ou o rosto e e mesmo durante alguns segundos não ficarmos incomodados sinal que está tudo bem, mas se sentimos incômodo ao fazer isso sinal que está forte demais o sol e então deve-se fazer uma mudança de local.

As Phalaenopsis aqui se encontram na prateleira da esquerda e em um cachepot pendurado mais na parte interna.



próximo ponto importante é a rega, lembrando que Phalaenopsis são plantas de crescimento monopodial, desprovidas de pseudobulbos, sem condições de armazenar água e nutrientes, além de possuírem folhas grandes e largas, o que aumenta em muito a perda de água da planta por transpiração, sendo assim está é uma planta exigente quanto a rega, o que nos indica que deve-se molha-la de forma mais constante, embora ainda o melhor critério para saber a hora de molhar é verificando se o substrato já está bem seco, no caso de Phalaenopsis isso costuma acontecer bem mais rápido. Em geral, a recomendação básica dos manuais de cultivos e cartilhas, na prática para as Phalaenopsis não costumam dar resultados satisfatório, porque em geral a recomendação é muito generalizada e acaba que muitas vezes as pessoas molham apenas uma vez por semana as plantas o que muitas vezes é insuficiente. Se o substrato já é velho e bem deteriorado, talvez esse tempo de uma semana seja o adequado para que seque, mas se é um substrato novo, e dependendo da época do ano talvez é necessário regar até mais de 1 vez ao dia e assim vai ser, portanto a observação é o melhor jeito para se estipular a hora certa de regar. Quanto ao modo de regar, em geral deve-se evitar de molhar folhas, principalmente o miolinho de onde saem as folhas novas, já que esta é uma planta muito propicia ao ataque da podridão bacteriana, mas caso isso não seja possível, então preferir molhar as plantas, na parte da manha, ou no meio da tarde, para então dar tempo das folhas secarem completamente antes do anoitecer.
Segue abaixo fotos de Phalaenopsis com desidratação severa, causada por rega 1 vez por semana:

Phalaenopsis desidratada Fonte: Forum Tudo sobre Orquídeas


Phalaenopsis desidratada
Fonte: Google imagens.


Completando a parte de rega, ainda mais importante que uma rega balanceada é a manutenção de uma umidade ambiente alta entre 60 a 90% o que propicia sim um ambiente bastante satisfatório para o bom desenvolvimento da planta o que pode ser conseguido utilizando recipientes com brita e água até quase cobrir a brita, ou areia e água, o que favorece uma ótima evaporação e sempre colocar um pouquinho de água sanitária por causa da Dengue caso estas plantas estejam em ambientes internos.


Quanto a adubação são plantas muito exigentes em cálcio e fósforo, mas na prática a adubação delas é muito semelhante as demais plantas, só atentando para que esta seja completa e balanceada, podendo ser com adubos minerais, minerais+orgânicos, orgânicos, desde que estes consigam suprir as necessidades da planta e as recomendações são as mesmas que para as demais, podendo ser semanal ou quinzenal. Agora, quanto a adubação na fase reprodutiva antecedendo a floração e durante a floração não deve ser suspensa, pois esta é uma planta de floração muito longa e de muito gasto energético para a planta e então é importante a manutenção da adubação neste período para manter os níveis nutricionais da planta equilibrados e assim evitar que ela entre em exaustão e inicie um processo de colapso e morra. Lembrando, que mesmo adubando no período de floração não se deve jogar adubo nas flores para evitar que manchem.


Depois desses 3 tratos principais outro importante é em relação ao replante, pois as Phalaenopsis são um pouco mais exigentes em relação a outros gêneros em relação ao Ph do substrato e em geral elas não toleram bem um substrato muito ácido, e assim aceitam até um replante anual, em vez de ser de 2 a 3 anos como na maioria e quanto a época de replante, este sempre deve ser nos períodos de desenvolvimento vegetativo da planta, quando estiverem emitindo folhas e raízes novas, sendo uma das melhores épocas o período do verão por volta de Janeiro, onde a planta se encontra em seu ótimo de desenvolvimento. Quanto ao substrato em geral elas aceitam diversos tipos de substratos, atentando para substratos de maior espessura, pois como suas raízes são de grande calibre necessitam de uma grande aeração e para facilitar sua fixação no substrato pedaços mais grosseiros dão melhor resultado. Os substratos que são bem satisfatório para o cultivo em geral são os mix de casca de pinus+carvão+chips de coco e podendo acrescentar brita 1 também. Quanto aos recipientes como as Phalaenopsis não possuem rizomas, nem pseudobulbos, possuindo crescimento monopodial e seu caule ganhando espessura muito lentamente os recipientes em geral não precisam variar tanto de tamanho, assim como seria com uma simpodial. Elas aceitam todos os tipos de recipientes, sendo em cachepot onde elas ficam esteticamente mais bonitas, porém os vasos de plástico são os mais fáceis para se cultiva-las, sendo os transparentes os ideais devido as suas grossas raízes exigentes, entretanto isso não é motivo para pânico, já que nem sempre é fácil conseguir estes vasos, pois elas são cultivadas facilmente em vasos de outras cores sem prejuízos notáveis para as raízes. Quanto ao replante é importante atenta para não enterrar demais a planta no substrato e fazer o tutoramento para que ela fique firme no vaso, evitando assim problemas no enraizamento e até a morte da planta(ver postagens sobre tutoramento). Segue agora fotos demonstrando um replante de um keike "desmamado" de Phalaenopsis:

preparando o tutor para o plantio

prendendo a Phalaenopsis no tutor

detalhe da Phalaenopsis presa ao tutor já deixando na altura adequada do vaso

fixando a planta no vaso

preenchendo com substrato mix


detalhe do substrato e das novas raízes algum tempo depois
Quanto ao replante em árvores basta apenas fixar a planta com algum material que não danifique a planta, como barbantes, fitilhos e coloca-la em posição de lato ou ligeiramente voltada para baixo para evitar o acumulo de água e escolher uma árvore com boa iluminação, mas que evite ficar pegando sol direto.


Continuando o assunto, o tutoramento de hastes é outro trato importante, já que são plantas que costumam emitir hastes cumpridas e com flores pesadas e numerosas o que pode causar quebra da haste, ou mesmo não ficar com uma boa estética. Lembrando que este tutoramento deve ser feito no momento em que a haste está se desenvolvendo, pois ela está mais flexível e com menor chance de quebras(mais detalhe ver postagem sobre tutoramento).


o último trato cultural mais importante é o de controle de pragas e doenças, que na prática é semelhante,  tendo como mais importantes basicamente os ataques de ácaros e da podridão mole bacteriana. As Phalaenopsis, são plantas com grande propensão ao ataque de ácaros, que são pragas bastante destruidoras e podem danificar bastante uma planta, levando ela ao estado de colapso, se caso não for tratado com urgência. Como os ácaros são bem pequenos, em geral para visualiza-los deve-se usar lupas, entretanto seu ataque é bem visível, pois causa um padrão meio bronzeado, e esbranquiçado dando aspecto que a folha foi raspada e as vezes raspada mais profundamente, o que facilita o diagnóstico do ataque. Quanto as medidas de controle inseticidas/acaricidas são muito tóxicos e precisam da receita de um Agrônomo para ser comprado, mas existem receitas de extratos vegetais e outros que podem ser eficientes, assim como evitar que a folha fique suja de poeira, fazendo limpezas periódicas quando possível evita o seu ataque, já que o ácaro aprecia e muito a poeira para se esconder.

Ataque de ácaro nos 2 lados das folhas de Phalaenopsis

detalhe do ataque de ácaro

Detalhe do ataque de ácaro
Quanto a podridão bacteriana, como já dito anteriormente o evito de molhar o miolo das folhas, ou se for molhar molhar em horários da manha ou meio da tarde para da tempo de secar costumam ser um dos melhores métodos para o controle dessa doença e em caso de se constatar a doença, caso ela esteja no início pode-se efetuar o corte da parte afetada, caso esta se verifique no meio de alguma folha, e caso já esteja afetado o miolo da planta, é preferível fazer o descarte da planta bem longe do local de cultivo e no caso anterior coloca-la em quarentena isolada e pode-se fazer aplicação de cauda bordalesa para prevenir o reaparecimento da doença, sempre lembrando de aplicar em dias mais frescos sempre final da tarde, para evitar problemas de fitotoxidez na planta.


Depois de falar dos principais tratos culturais das Phalaenopsis, a outra etapa importante para o cultivo, o que torna ele bastante curioso e interessante e quase ninguém faz é a manipulação do desenvolvimento destas plantas, ou seja, fazer ela desenvolver e dar flores na hora que queremos e como queremos. Na prática o que vemos é as nossas Phalaenopsis sempre florindo na mesma época, sempre entre inverno e primavera e isso se deve aos motivos já citado na primeira parte desta postagem, portanto a manipulação é possível. É claro que ninguém em casa vai montar uma estufa climatizada e outra normal para ficar dando choque térmico nas suas Phalaenopsis, já que é muito caro e inviável essas estruturas e desnecessário para o cultivo doméstico e até mesmo orquidários comerciais preferem utilizar outros recursos, como levar as plantas para casas de vegetação em locais de altitude que fornecem essa temperatura noturna baixa e depois da indução retorna-las para a baixada e para o clima quente para acelerar a floração, já que fica bem mais barato que uma estufa climatizada. Para nossos cultivos domésticos talvez fique mais difícil conseguir fazer com que uma Phalaenopsis emita haste em pleno Janeiro, já que conseguir temperaturas baixas no final do ano é bem difícil, mas podemos conseguir com facilidade fazer o atraso das florações e também aumentar o período de desenvolvimento vegetativo das plantas para acelerar seu crescimento, principalmente para plantas jovens, o que é importante para garantir que uma planta jovem não venha a se esgota com florações prematuras ou então que a planta venha com uma floração muito pobre por ela ainda não está bem encorpada. O que pode-se fazer na prática para aumentar o período vegetativo das Phalaenopsis é sempre tentar mante-las em temperaturas mais elevadas com as mínimas noturnas superior ou próxima aos 20ºC para evitar a indução floral, o que pode-ser conseguindo fazendo pequenas "estufinhas, ou na bancada de cultivo, ou na prateleira de cultivo, ou mesmo dentro de casa em locais mais protegidos durante a noite e para garantir o processo se caso a planta venha a emitir uma haste floral, pode-se efetuar o seu corte e coloca a planta em condições de maiores temperaturas. No caso de se querer o atraso da floração deve-se assim que a planta emite suas hastes florais e ainda estar no início da época da fase reprodutiva fazer o corte dessas hastes e então, mesmo que a planta possa emitir uma nova folha, como estará em uma época que as temperaturas noturnas estão a baixo dos 20ºC ela emitirá uma nova haste floral algum tempo depois o que vai adiar em até alguns meses a floração da planta. Outra maneira de atrasar e adiantar a floração é colocando, ou não uma Phalaenopsis em condições de temperaturas mais altas após a emissão da haste floral das maneiras já ditas acima. Colocando elas em condição de temperaturas mais altas as hastes florais tendem a acelerar o rítimo de crescimento até a abertura das flores, enquanto mantendo elas em condições mais frias as hastes vão desacelerar ainda mais o rítimo de crescimento atrasando o início da floração, o que na prática nos permite programar quando em média queremos que nossas Phalaenopsis floresçam  e dividir em grupos para que possamos ter Phalaenopsis floridas pela maior parte do ano.
Segue abaixo um esqueminha de uma bancada com uma estufa com plástico agrícola improvisada:


modelo de estufinha em bancada com filme agrícola com 1m de altura.
Agora um pequeno exemplo de muda nova vinda de keke desmamado que foi feito corte de haste floral para acelerá o crescimento vegetativo:


momento em que a haste seria cortada

algumas semanas depois a emissão da nova folha
É gente, essas Phalaenopsis são demais mesmo e uma coisa que todos sempre perguntam e gostariam de conseguir é que uma Phalaenopsis desse muda, mas como ela possui o crescimento monopodial esta é uma tarefa um pouco mais chata, mas não impossível. Observem estas fotos de tipos diferentes de keikes em Phalaenopsis:



 Keike em haste floral de Phalaenopsis com raízes e flores
 Keike em haste floral de Phalaenopsis com raízes e flores
Keike em haste floral de Phalaenopsis com raízes e flores

detalhe do keike na haste
 detalhe do keike na haste
 detalhe do keike na haste
 detalhe do keike na haste
 detalhe do keike na haste
 detalhe do keike na haste
detalhe do keike na haste
detalhe do keike na haste

keike na base da planta vinda de gema lateral.
keike na base da planta vinda de gema lateral.
keike na base da planta vinda de gema lateral.

detalhe do keike vindo da gema lateral

desmame de um keike
desmame de um keike

Phalaenopsis entouceirada naturalmente a partir de keikes emitidos de gemas laterais da base das folhas.
Phalaenopsis entouceirada naturalmente a partir de keikes emitidos de gemas laterais da base das folhas.
Como as fotos mostram, é possível fazer mudas de Phalaenopsis, mas os métodos que existem atualmente em geral não são eficientes e todos reclamam que sempre mofa e não vai para frente e muitas vezes as pessoas conseguem quando menos esperam em uma haste floral cortada pela metade e pronto! Uma coisa, que sem dúvida vai influenciar na planta produzir um keike em uma haste ou mesmo na base das folhas é novamente a temperatura, sendo que as temperaturas elevadas são as melhores para induzir a planta a produzir um keike. Então, quando alguém cortar hastes de flores deixando em torno de 3 nós e for em período de temperaturas mais elevadas como segunda metade da primavera e verão tem grande chance de induzir a planta a produzir um keike. Um método que provavelmente seria eficiente seria com o uso de hormônios citocininas como o BAP, só que por ser muito caro e difícil comprar costuma ser fora da realidade da maioria dos cultivos.


Os métodos que as pessoas mais indicam normalmente, mas que como já dito, não apresentam bons resultados normalmente, é fazer uma estufinha com algum pote plástico transparente com tampa transparente e preenchido com sfagnum e então corta-se as hastes deixando um nó em cada pedacinho e coloca-os deitados em cima do sfagnum e então fecha. Entretanto, na prática a maioria das vezes sempre mofa ou as hastes secam, o que mostra que este método precisa ser aperfeiçoado ainda. Uma ideia para isso é a tentativa de aumentar a altura da estufa para que aumente a circulação de ar na parte de dentro e evite que fique úmido demais na proximidade do substrato, além de também diminuir a quantidade de substrato usado e a substituição do sfagnum pela areia grossa lavada. Essas são ainda ideias que precisam ser testadas, mas acredito que elas possam dar um passo importante para que se facilite a produção de keikes nas hastes de Phalaenopsis que é o que muitos querem. Segue a baixo fotos desses métodos e do esquema da nova ideia para estufas para hastes de Phalaenopsis:

hastes de Phalaenopsis cortadas com 1 nó


colocando as hastes na areia umidecido
estufinha fechada

modelo para novas estufas para produzir keikes a partir de hastes de Phalaenopsis
Então gente, encerro esse assunto esperando que tenham gostado e torcendo que em breve tenhamos um ótimo método para formar mudas de Phalaenopsis com rapidez e facilidade e como sempre tendo dúvidas, críticas, ou sugestões é só entrar em contato com algum dos meios de comunicação indicados neste blog. Até a próxima gente!!!!

Segue a baixo links para quem quiser aprofundar mais a leitura sobre assunto relacionado a ambientes, comportamento, fisiologia e anatomia das orquídeas e também outro mais específico da fisíologia da floração de modo geral e um arquivo em PDF sobre a cultura da Phalaenopsis.



193 comentários:

  1. Andrew muito legal e graças a você eu já estou me dando muito bem com as phals ,sobre este molde de estufa pensei nele para dendrobiums ...fiz uma experiencia com caules de Dendrobium nobile e Dendrobium hibrido os nobile coloquei já despontando mais está apresentando um crescimento muito rápido tem um que esta crescendo com 2 pontas de uma vez acho que vou tem uma flor e um keiki no mesmo nó ,nunca tentei com as phals mais vou tentar boa sorte com os seus

    ResponderExcluir
  2. Andrew esqueci a data :a experiencia foi realizada no dia 27/09/2011

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Sou iniciante com as Phalaenopsis e tenho dificuldades em acertar a claridade.
    Considerando que elas gostam de 70% de sombra e precisam do sol da manhã.
    Atualmente as minhas ficam na minha varanda que é de telha.O espaço é bem comprido, com a abertura
    somente na frente por onde entra a claridade, fazendo com que fique bem claro o dia todo
    mais pegando sol direto somente na ponta da sacada.
    É possível conseguir a sombra e a luz ideal sem ter um orquidário para cultiva-las?
    O fato de estar claro o dia todo as prejudica?
    Devo coloca-las para pegar o sol da manha e depois muda-las novamente?

    Se puder me dar dicas nesse sentido ficarei grata.

    Parabéns pelo artigo.

    ResponderExcluir
  5. Olá Kika! Quanto a questão da claridade as Phalaenopsis são plantas bem ecléticas, tanto que são as mais indicadas para serem cultivadas dentro de apartamentos. No seu caso como você tem uma varanda bem iluminada a possibilidade para o seu cultivo é bem tranquila, já que varandas em geral possuem uma boa iluminação para elas e se você notar seu ambiente terá diversas faixas de luz a medida em que se afasta da beira para o meio o que vai te permitir cultiva alguns diferentes tipos de orquídeas. Eu antigamente também cultivava em um terraço com telha e tinha Phalaenopsis em 2 ambientes dentro do terraço, sendo umas ficavam numa estante mais próximo a beira e mais baixas pegando o sol da manha e iam muito bem e uma outra ficava pendurada mais afastada da beira e mais alta mais sombreada também ia muito bem, indicando sua versatilidade quanto a luz. Concluindo, vc pode coloca-la num local que pegue o sol da manha ou final da tarde ou também em um local que não pegue, mas que seja bem iluminado que elas desenvolvem bem, só devendo atentar as demais questões que é ventilação, umidade e os demais e não precisa ficar mudando de lugar. Uma vez escolhido o lugar deixe-a lá e vá observando seu desenvolvimento e só se notar algo errado quanto a questão da luz faça uma mudança. Espero ter te ajudado Kika, mas precisando só perguntar. Um bom dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito!!! Melhor explicado impossível. Esta questão já me esquentou muito a cabeça. Algumas delas estão com as folhas um pouco enrugadas. Não sendo problema de excesso de claridade o que me preocupa agora é a unidade do ar. Aqui em São Paulo não esta nada boa.

      Parabéns mais uma vez!

      A boa vontade em ensinar de profissionais como você, estimula o aprendizado de iniciantes como eu.

      Boa tarde.

      Excluir
  6. Onde eu consigo encontrar esse sfagnum ?
    Me ajude por favor!
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Existem alguns locais que vendem. vo deixar aqui um link de um orquidário:
    http://www.soorquideas.com/

    Outra dica é as exposições de orquídeas, sempre tem gente vendendo.
    Espero ter ajudado, mas qualquer coisa só perguntar mais. Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  8. Sou iniciante e não sei se plantei meu dendobrium de maneira correta, é necessário afundar uma parte do caule dele no substrato ou tem que deixar as raízes um pouco para fora?
    E ele está plantado em um vaso de fibra de coco com pedaços de cascas de arvore em estado de putrefação tem algum problema ?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! então quanto a enterrar os bulbos ou não a verdade é que não é muito aconselhável enterra-los por forçar os brotos novos a quebrar o substrato para subir e pq pode propiciar o apodrecimento dos brotos pelo excesso de umidade, sendo mais aconselhável plantá-las encostada na superfície do substrato, mas prendendo-a bem firme para que ela não balance no vaso, pois ela ficar bamba dificulta o desenvolvimento das raízes e a planta pode sentir e mesmo até definhar.
      Quanto a questão do vaso de fibra de coco ele não é muito aconselhável, pois pelo que parece na sua fabricação é usada algum tipo de produto que as orquídeas não se dão bem e também pq em pouco tempo ele se deteriora e fica ácido e assim as raízes sufocam e morrem e a planta ccomeça a ter problemas. O substrato tbm não é aconselhável para as orquídeas de árvores que esteja em decomposição e com terra pelo mesmo motivo de sufocar as raízes. Para substratos pode se usar a casca de pinus tratada, o carvão, a brita, os pedacinhos da casca do coco, e outros, em fim pode-se fazer uma mistura desses materiais formando um mix o que em geral propicia um bom desenvolvimento as raízes. Quanto a vasos, os de plastico são os mais adequados, sendo que para dendrobiuns quanto menor o vaso e mais apertado melhor para eles, mas os de barro e cachepots de madeira, ou mesmo troncos de madeiras ou ripas, ou placas tbm dão bom resultado. Nesse blog em uma postagem mais antiga se encontra um arquivo para download falando sobre substratos e vasoa para orquídea que pode ser que te ajude um bucado. Boa sorte e qualquer coisa é só perguntar mais que terei o prazer de te responder! Boa sorte!

      Excluir
  9. Tenho uma cattleya que está plantada em um vaso de fibra de coco sem furos nas laterais e dentro do vaso tem somente pedaços de madeira meio podre está correto? E ela não tem dado sinal de vida o que eu faço ? Me ajude . Obrigada
    Que adubo é indicado para colocar nas orquídeas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Quanto a questão do vaso de fibra de coco ele não é muito aconselhável para o cultivo de orquídeas pelo fato de sua rápida degradação e acidificação que faz com que as raízes de orquídeas la dentro sufoquem e morram, fora o fato dele não ter furos laterais que diminui muito a aeração la dentro. As cascas em decomposição também são outro fator que atrapalha para o caso das orquídeas de árvores, pois com o substrato contendo terra de decomposição as raízes sufocam também e as plantas podem ter problemas. O mais interessante para esse caso é remover a planta limpar ela bem para tirar tdo substrato velho e tirar as raízes mortas, após isso pode-se aplicar um enraizador e então pode replantar em uma mistura de casca de pinus tratada, carvão, brita e se tiver um pouquinho de nada de sfagnum ou pedacinhos de casca de coco, sendo que se encontra esses substratos já pronto em orquidários comerciais. Para o plantio pode-se usar vasos de plástico e nesses pode-se fazer furos laterais para melhorar a drenagem ou usar de barro o cachepot de madeira tbm, mas sempre lembrar que é bom usar o menor vaso possível para que a planta não fique sobrando la dentro pois orquídeas gostam de vasos bem apertadinhos e no momento do plantio coloque uma camadinha de 1 a 2 dedos de brita pura, ou caco de telha ou tijolo ou isopor para fazer o dreno e depois complete com substrato e fixe a planta na superfície do vaso sem enterrar os bulbos e mantendo-a bem fixa para ela ter um bom enraizamento e boa recuperação. Quanto a adubos existe uma gama de produtos no mercado, mas vc pode usar o BeG orquídeas que é um excelente adubo completo e balanceado, ou tbm o Biofert orquídeas que é outro bom adubo completo e balanceado, mas existem outros produtos tbm no mercado bons além desses.
      Espero ter te ajudado, mas tendo mais dúvidas pode perguntar que terei o prazer de te ajudar. Uma boa sorte no cultivo!

      Excluir
  10. Oi Andrew! Muito bom seu blog! Estava hj procurando informações sobre folhas nascendo nas hastes florais (uma das minhas phalaenopsis tá brotando) e encontrei seu blog! Agora já sei bastante sobre o que está acontecendo =)
    Vou aproveitar e abusar! Tenho duas outras plantas que não são phalaenopsis, mas como ganhei, a pessoa não sabia me dizer a espécie e estou tendo dúvidas sobre como cuidar. Você recomenda algum fórum ou vc mesmo acha que através de fotos posso conseguir alguma dica sobre as espécies e assim saber a melhor forma de cultivar? Uma delas está florando, a flor parece phalaenopsis, o formato da folha também, mas tem bulbos bem grandes! O que acha?

    ResponderExcluir
  11. Olá Jux! Obrigado pela visita ao blog e que bom que te ajudou um pouco essas informações sobre as Phalaenopsis.
    Quanto a questão de identificação você poderia enviar fotos para o meu e-mail, que se encontra neste blog que eu poderia olhar e tentar te ajudar certo?
    Quanto a ultima planta que você falou em geral podem ser de um grupo de híbridos que se originaram primeiramente em uma espécie de Dendrobium que hoje teve algumas mudanças de nome mas se chamava Dendrobium Phalaenopsis, justamente pela forma de suas flores serem parecidas com as Phalaenopsis tendo o mesmo formato de borboleta e hoje esses híbridos são popularmente chamados de denphal ou denfal e são bastante comuns e de fácil cultivo de modo geral, mas para ter certeza do que é seria bom se possível você enviar algumas fotos certo? Fico aqui no aguarde então. Uma boa Tarde!

    ResponderExcluir
  12. Oi Andrew! Você acertou na mosca! Procurei as Dendrobium e são idênticas à planta que tenho! Agora já posso cuidar melhor, procurar mais sobre as necessidades específicas dela. Mas pelo próprio "comportamento", já pude perceber que ela gosta bastante de sol e bem pouca água!
    Em tempo: minha phalaenopsis está brotando outros 2 keikes, mas o primeiro estranhamente não se desenvolveu. Já está desde junho com o crescimento estacionado: uma folha cresceu, outra ficou miudinha, e nenhuma raiz saiu. Um dos novos keikes parece estar desenvolvendo normalmente, com as duas folhas crescendo juntas.
    Muito obrigada, hein! =)

    ResponderExcluir
  13. Olá Jux! Estive ausente quase o mês todo de Julho, mas fixo feliz que deu pra te ajudar! Quanto as Phalaenopsis como a temperatura essa época do ano está baixa é normal que tanto o keike quanto a planta adulta paralise seu crescimento não emitindo raízes nem folhas novas e sim hastes e flores, já que esta é uma planta que sua floração é marcada pela queda de temperatura, desde que esta não seja muita, mas a temperatura subindo elas retomam seu crescimento normal. Bom cultivo!!

    ResponderExcluir
  14. olá a minha preocupação é que: a minha deu um keikis ms não sai raizes e até já floriu o que eu faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! é muito comum acontecer isso em keikes de Phalaenopsis, pois como entrou o período de frio automaticamente eles entram em fase de floração e seu crescimento paralisa e mesmo sem raíz eles costumam florir, mas agora está entrando a época quente do ano e logo ele dve retoma o crescimento de folhas e também deve emitir raízes, assim que notar umas 3 raízes boas e bem fortes com uns 3cm aí vc já pode destaca-lo da planta mãe e replanta em outro vaso. Boa sorte e precisando de mais alguma dica é só entrar em contato! Até a próxima!

      Excluir
    2. obrigada mesmo e fique muito feliz pois agora sei como cuidar dela um pouco melhos.

      Excluir
    3. De Nada! Precisando de mais alguma ajuda é só entrar em contato!

      Excluir
  15. depois da floração, minha phal, está triste, com as folhas sem brilho e murchas, o que devo fazer?
    Tenho tmb uma cattleya Tffin Bells, q após a floração, tirei do vaso, e tem poucas raizes, tirei todo substrato e lavei bem, e agora, como devo proceder?
    De antemão, quero parabenizá-lo pelo blog, é perfeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigado pela visita! Quanto a Phalaenopsis murcha isso é sinal de desidratação que pode ser por 2 motivos:
      1 - Falta de água;
      2 - Excesso de água
      no caso de excesso de água as raízes morrem por asfixia, ppois elas são muito exigentes em Oxigênio e então com as raízes mortas a planta começa a desidratar e quanto mais molha mais desidrata e ainda é porta de entrada para doenças
      No caso de falta de água aumentando o volume de regas o problema tende a ser resolvido e neste tempo seco costuma a umidade ambiente está muito baixa o que faz a planta perder água com muita facilidade e aí deve-se aumentar consideravelmente as regas. De quanto em quanto tempo você as molha? sempre enfie o dedo no substrato para saber se ele está seco ou não e de acordo com o reultado molhar ou não.
      Quanto a Cattleya limpe bem tire as raizes mortas caso tenha e faça o replante com substrato novo bem arejado e plante em um vaso que seja proporcional ao tamanho da planta, não plante em vaso grande demais e faça uma camada com isopor ou brita ou cacos de tijolos ou telha para fazer o dreno, uma camada de uns 2 dedos de dreno e depois coloque o substrato e plante a planta cuidadosamente sem enterra-la e firme a bem no vaso, essa é a parte fundamental ela precisa ficar bem firme no vaso para um bom desenvolvimento. Espero ter te ajudado mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato que ajudo no que for possível. No mais, tenha uma boa noite e uma boa semana!!!

      Excluir
  16. A minha Phalaenopsis tbm esta meio murcha, mas agora ja sei como proceder. Muito Obrigado

    ResponderExcluir
  17. Olá Eng. Agrônomo Andrew Fogtman,
    Ganhei uma Phalaenopsis em Setembro/2010, ela tinha apenas uma haste que era grande (cerca de 35cm) com cinco flores e duas folhas, depois da floração, cortei esta haste certa de 15cm. Fiquei triste, pois esta haste nunca mais cresceu, e agora, nascem uma ou duas hastes muito pequenas (2 a 3 vezes por ano) a partir da haste principal (sempre cerca de 4cm), apesar de florir três vezes ao ano, acho que esteticamente não fica muito bonita. Hoje, a minha Phalaenopsis possui quatro folhas, uma delas tem um buraco no meio e enrugada e a outra está amarelada e murcha, estas folhas não nasceram de uma haste nova, mas sim da mesma base das folhas antigas. Possuo o adubo NPK 10-10-10 e o Calpik (sulfato de cobre) e não sei se posso aplicar para as folhas voltarem a serem sadias e/ou se posso arranca-las. Gostaria muito que crescessem novas hastes altas, mas não tenho ideia de como posso fazer isso, pois não vejo nenhuma raiz exposta no meu vazo. Será que você poderia me ajudar com essas dúvidas todas?
    Muito obrigada,
    Andreza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andreza Bom as Phalaenopsis são plantas geralmente de fácil cultivo, entretanto alguns pontos importantes para o sucesso do seu cultivo devem ser conhecidos. Uma é a maneira como a Phalaenopsis se desenvolve. Ela é uma planta chamada de Monopodial, ou seja ela tem um único caule que vai soltando folhas e haste indefinidamentee e dificilmente ela solta uma muda lateral, embora possa acontecer.
      Outra coisa é que ela possui 2 períodos básicos durante o ano: Ela na epoca mais quente do ano tende a soltar apenas folhas e raízes novas e na parte mais fria mais amena do ano ela tende a emitir haste floral. Entretanto, esse ciclo pode ser mudado com facilidade, normalmente quando se corta uma haste pela metade a planta pode emitir uma ramificação da haste comum que normalmente é mais fraca com poucas flores, ou uma muda em alguns casos, principalmente de temperaturas mais elevadas, entretanto manter uma haste floral por muito tempo pode esgotar a planta, pois a maior parte dos recursos que a planta produz ela destina a floração e isso pode deixar a planta debilitada. Uma coisa interessante quando a haste já deu o que tinha que dá é cortar na base, pois isso estimula a planta a produzir folhas e raízes novas e assim se fortalecer para emitir novas hastes.
      Outro ponto das Phalaenopsis é quanto a luz e substrato. Quanto a luz elas gostam de ambientes bem iluminados tolerando um pouco mais de sombra, mas evite sol nelas, no máximo um sol bem fraquinho. Quanto a substrato elas não toleram substratos ácidos e compactados. As Phalaenopsis apreciam mudanças anuais de substrato ou no máximo de 2 em 2 anos e a melhor época é sempre a epoca quente quando a planta está em plena atividade. Um bom substrato é a base de Casca de pinus e carvão com pedaços relativamente grandes, devido a grossura das raízes e vaso bem drenado. Quanto a rega nunca deixe ela secar demais, mas tbm não deixe ficar encharcado, sempre molhe quando secar, independente do tempo que leve para acontecer isso.
      Quanto a adubação essas são plantas bem exigentes com cálcio e fosforo. Utilize adubos próprios para orquídeas, completos e balanceados, como o Biofert Orquídeas ou o BeG orquídeas, ambos adubos excelentes para Phalaenopsis e outras orquídeas.
      Quanto a sulfato de cobre não use, pois orquídeas são muito sensíveis, porem a única forma segura de usar sulfato de cobre seria a calda bordalesa que é sulfato de cobre + cal virgem e ainda assim só na época fria do ano. Quanto essa folha com essa mancha provavelmente ela cairá em breve e o importante é evitar molhar as folhas novas e manter elas limpas. Quanto a haste seria interessante fazer a poda total da haste bem na sua base e verifique as condicoes de substrato da planta e faça um replante se necessário mantendo a bem fixa no vaso quando replantar. No mais, espero ter te ajudado e boa sorte com o cultivo Andreza! até a próxima!!!

      Excluir
  18. Olá Eng. Agrônomo Andrew Fogtman,
    Agradeço demais por sua contribuição, já me ajudou muito.
    Percebi ontem a noite que, estão nascendo dois galhos e/ou brotos na haste principal da minha Phalaenopsis, não sei o que irá surgir exatamente. Elas ficam num ambiente que tem luz indireta o dia todo e lá é muito quente, acredito que são os locais preferidos dela. Tenho que confessar que, há uns quatro meses, (como não entendia absolutamente nada) vi que tinhas várias raízes expostas, algumas verdes, outras brancas, outras pretas. Eu replantei a Phalaenopsis para um vaso maior e, neste dia, coloquei todas as suas raízes que estavam expostas para dentro do vaso, ou seja, não ficou nenhuma para fora. Como ela está "florescendo" novamente não irei cortar a haste agora, mas farei isso em breve apesar de muito medo de que ela não se recuperar...rs. Pergunto: Posso tira-la do vaso e deixar as raízes expostas novamente ou não há necessidade? Caso nasça um brotinho com folhas, posso retira-lo e plantar no vaso? Obrigada novamente. Feliz Natal e um ótimo 2013. Andreza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andreza! Então normalmente fica fácil ver quando é broto ou ramificação de haste pois o broto tem a ponta mais pontuda mais triangular e logo é possível ver as folhinhas, a haste já costuma ter a ponta mais achatada mais arredondada e ela expande bem mais rápida.
      Quanto a questão de corte de hastes normalmente cortar a haste na base é uma prática comum em Phalaenopsis para que se acelere o crescimento da planta para que ela possa dar hastes maiores ou mesmo mais de uma haste por temporada.
      quanto a questão de plantio o maior cuidado mesmo se deve ao evitar plantar a planta em vasos grandes demais pois orquídeas não gostam de vasos largos, em geral é possível replantar a phal no mesmo vaso ou vaso de tamanho semlhante. Quanto as raízes não tem problema te-las colocado para dentro, pois com o tempo ela soltará raízs para fora novamente, mas não mecha nas raízes, apenas quando for fazer o replante.
      Quanto aos keikes que crescem em haste floral quando eles estiverem com mais de 3 folhas e com umas 2 a 3 raízes com uns 3cm de tamanho aí vc pode destaca-la e plantar em um novo vaso sem problemas, essas mudas tem um desenvolvimento muito rápido e podem florir em menos de 1 ano, embora a floração tende a ser fraca, aí para evitar pode-se cortar a primeira haste da muda assim que notar ela se desenvolvendo.

      Espero ter te ajudado novamente, mas precisando de mais força é só chamar! No mais, tbm te desejo um FELIZ NATAL E ÓTIMO 2013 Andreza!! tudo de bom e até a próxima!!!!

      Excluir
  19. olá minha Phalaenopsis esta com uma mancha escura arredondada e ela esta em floração não sei como proceder por favor o senhor tem como me ajudar a salvar minha planta grata..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Vc teria foto da sua planta, se tiver poderia enviar para o e-mail do blog: orquideassemmisterio@gmail.com.
      Essas manchas podem ser várias coisas, como uma queimadura de sol, mancha causada por fungos. Se for queimadura causada por sol passe-a para local que pegue boa iluminação, mas nunca sol direto em cima e caso seja mancha causada por fungo se for em folha velha, evite molhar as folhas e com o tempo essa folha cairá normalmente e pode-se colocar um pouco de canela em pó na mancha também, mas para saber ao certo o que está acontecendo uma foto ajuda bastante. Desde já espero ter te ajudado e ficarei no aguarde da foto para uma ajuda melhor. Desde já TENHA UM FELIZ NATAL E UM ÓTIMO 2013! até a próxima!!!

      Excluir
  20. Olá,eu tenho 4 Phalaenopsis,sendo que uma eu guanhei e estava presa numa árvore que por falta de experiencia acabei arrancando todo o maço de folhas,só que já faz um bom tempo e ela continua do mesmo jeito sem crescer novas folhas e sua aste está verdinha tanto quanto as raízes estão com bom aspecto...bom a minha dúvida é a seguinte...será que vai brotar novas folhas?e mais uma...as outras eu plantei em xaxim de fibra de cÔco com casca de pinus puro como substrato com as raízes meio aéreas,tipo parte dentro e parte fora do subsrato para ter boa respiração,sendo que estão "os xaxins"pendurados em cachepots debaixo de uma árvore,tendo um pouco de sol pela manhã e o resto do dia só sombra,e estão pegando chuva,será que isto seria prejudicial a elas?"as plantas"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! As Phalaenopsis podem ser plantadas diretamente na árvore sem problema algum, entretanto nunca arranque as folhas dela pois são plantas de crescimento lento que emitem poucas folhas por ano e arranca-las pode até levar a planta a morte. Se caso aí as raízes ainda estão boas é provavel que logo ela emita brotação lateral e esse período de calor é a melhor época para isso acontecer, é só aguardar.
      Quanto ao xaxim de fibra de coco ou coxim, não recomendo muito seu uso, pois ele estraga com muita rapidez e as orquídeas embora no inicio possam ter bom desempenho nele logo começam a ter problemas e as raízes morrem, de fato essas placas de coxim já se mostraram uma péssima opção para plantio de orquídeas. Você pode amarrar elas diretamente na árvore também se preferir ou planta-las em vaso com uma mistura de casca de pinus, carvão e brita como substrato também, elas apreciam bem essa mistura. No caso do plantio em árvore sempre as plante de cabeça para baixo ou inclinadas para que não acumule água no centro das folhas, pois é assim também que elas vegetam na natureza.
      Bom espero ter te ajudado, mas tendo mais dúvidas é só perguntar que terei o prazer de responder! No mais, tenha uma ótima semana e até a próxima!

      Excluir
    2. Olá Eng. Agrônomo Andrew Fogtman,
      Na minha phalaenopsis nasceram dois keikes (bebês) na haste floral principal. Um deles já está pronto para o "desmame", pois já possue três folhas pequenas e três raizes de aproximadamente 4cm. Como o vaso da "mãe" é pequeno, comprei outro vaso de plastico igual para plantar o keike e comprei também um substrato pronto, porém esse substrato aparentemente só tem casca de pinus (o vaso da "mae" só tem casca de pinus e pedrinhas). Pergunto: Após plantar o keike é necessário adubar o substrato?(só tenho o adubo npk 10-10-10). Apenas a casca de pinus serve ou tenho que colocar carvão, salpicar canela em pó e/ou outras coisas? O vaso da orquidea "mae" está cheio de formigas (aquelas de açúcar quase invisíveis), ja deixei o vaso submerso na água por 15 minutos, as que estavam lá morreram, porém já está cheio novamente... o que eu posso fazer para eliminar essas formigas? Desde já lhe agradeço - Andreza.

      Excluir
    3. Olá Andreza Bom quanto ao desmame como os keikes são bem menores que a planta mãe, neste primeiro ano elas podem ficar em vasos até menor que o da mãe sem problemas, lembrando que orquídeas gostam de vasos apertados sem muita folga. Sim as Phalaenopsis apreciam substratos grosseiros de casca de pinus, mais você pode acrescentar uns pedaços de carvão e chip de coco ou pedrisco se quiser que elas vão gostar. Quanto a adubação sendo esse um adubo NPK provavelmente ele é imcompleto em vários outros nutrientes o que a longo prazo pode provocar deficiencia nutricional em suas plantas e elas não florirem ou terem problemas. Um adubo mais adequado para orquídeas que é completo e balanceado e fácil de usar é o Biofert orquídeas que você consegue com certa facilidade, ele é completo, inclusive com cálcio e suas plantas vão dar uma resposta muito boa a ele!
      Quanto as formiguinhas doceiras a princípio elas não são problemas para a planta, pois elas estão alí para se alimentar do nectar doce que brotações novas de folhas e hastes costumam soltar, agora elas podem ser indicativo de que o substrato já esteja ficando velho e possa estar precisando ser trocado. Mas, se você está querendo assim mesmo acabar com elas talvez aquele talfon que serve pra pulgas e piolhos em animais possa acabar com elas, já que ele se mostra eficiente para outras formigas como a lavapés, mas se usar não exagere na dose pra evitar que intoxique a planta.
      Espero ter te ajudado, mas precisando de mais ajuda é só entrar em contato Andreza, no mais, tenha uma ótima semana e até a próxima!

      Excluir
  21. Olá,eu tenho uma dúvida sobre a adubação das orquideas...eu tenho(torta de mamona e farinha de osso)que são fertilizantes ótimos para plantas...gostaria saber se seria aplicável o uso de ambos para minhas orquideas?e como seria o processo de adubação com a quantidade certa para tal?caso seja aplicável o uso destes fertilizantes que possuo.e mais,eu lí num blog que seria de bom uso a canela em pó para acelerar o processo de brotação de mudas...que assim o fiz como experiencia...será que afetará a planta a prejudicando?
    desde já agradeço por ter lido as minhas perguntas e o parabenizo pelo seu blog que faz um grande trabalho de auto-ajuda para iniciantes de cultivo de orquideas.parabéns!

    ResponderExcluir
  22. colocando e respondendo auqi um comentário que sumiu do blog:

    "Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Phalaenopsis - A "Orquídea Borboleta" Parte 2":

    Olá,eu tenho uma dúvida sobre a adubação das orquideas...eu tenho(torta de mamona e farinha de osso)que são fertilizantes ótimos para plantas...gostaria saber se seria aplicável o uso de ambos para minhas orquideas?e como seria o processo de adubação com a quantidade certa para tal?caso seja aplicável o uso destes fertilizantes que possuo.e mais,eu lí num blog que seria de bom uso a canela em pó para acelerar o processo de brotação de mudas...que assim o fiz como experiencia...será que afetará a planta a prejudicando?
    desde já agradeço por ter lido as minhas perguntas e o parabenizo pelo seu blog que faz um grande trabalho de auto-ajuda para iniciantes de cultivo de orquideas.parabéns!"

    Resposta; Olá! Obrigado pela visita! Quanto a farinha de osso e torta de mamona sim são bons adubos orgânicos, entretanto embora deem bons resultados em orquídeas eles tendem a acelerar a decomposição do substrato e podem atrair mosquitinhos. quanto as dosagens em geral se usa uma colher rasa no canto do vaso a cada 3 meses em complementação a adubação mineral que em geral é feita a cada 15 dias ou semanalmente com fórmulas NPK padrões ou adubos próprios para orquídeas.

    ResponderExcluir
  23. OLA!! COLOQUE MINHA PALAENOPSIS EM UM VASO DE FIBRA DE COCO E DENTRO CASCA DE PINUS E CARVÃO SERA QUE ELAS VÃO GOSTAR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Quanto ao substrato de casca de pinus e carvão está ok para as Phalaenopsis, elas apreciam bastante, agora o vaso de fibra de coco é um sério problema, pois ele apodrece e acidifica muito rápido ficando um ambiente ruim para o cultivo das orquídeas, causando vários problemas podendo levar a perda da planta. Você pode plantar sua Phalaenopsis em vaso de plástico, sobre tudo transparentes qu você pode está fazendo com garrafa PET se preferir, elas vão apreciar bastante.
      Bom espero ter te ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato que terei o prazer de ajudar. No mais, tenha um ótimo fim de semana e até a próxima!!

      Excluir
    2. Oi, Andrew, gostaria de saber mais sobre sua opinião acerca do vaso de fibra de coco. Algumas leituras q fiz falaram muito bem sobre os cubinhos de coxim como substrato (posso repassar). Voce tem alguma fonte pra me indicar ou percebeu essas características na pratica mesmo? Muito Obrigado pelo blog, ele tem me ajudado muito no cultivo das minhas phals e grande abraco!

      Excluir
    3. Olá Rafael A fibra de coco é um dos piores substratos que existem e isso pelo fato da sua rápida deterioração ficando imprestável para o cultivo além dos demais problemas que ela tem. Os vasos de coco então são péssimos, primeiro pela própria fibra de coco, segundo pela maneira que é fabricado pois essa fibra é prensada e juntada com um tipo de cola que com tempo perde efeito e simplesmente o vaso desmonta todinho.
      O chip de coco é o menos pior dos substratos podendo ser usado em mistura com alguns outros, mas mesmo assim tem uma durabilidade limitada, portanto o uso da fibra de coco não é uma boa como substrato.
      Já a parte dura do coco, após seca e tratada para remoção do tanino é melhor e tem uma durabilidade maior.
      Espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato.
      Forte abraço e at;e a próxima!

      Excluir
  24. Olá, eu tenho uma "Phalaenopsis" borboleta branca, com uma haste, a mesma já floriu, cortei uma parte da haste e nela saiu outra haste lateral que já esta com dois botões. gostaria de saber se depois de floridas posso cortar a haste principal a partir do terceiro nó para que cresça nova haste???? tenho uma "Phalaenopsis" boboleta mini, que tambem esta toda florida, após a floração posso corta-la a partir do terceiro nó?
    Obrigada!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Geralmente a recomendação que os vendedores e muitos dão é de cortar a haste próximo ao terceiro nó para que esta possa soltar uma ramificação e voltar a florir. De fato muitas vezes isso acontece e quando a temperatura está mais elevada até muda sai da haste, entretanto tem uma desvantagem este procedimento. A desvantagem é que as hastes que que saem das ramificações geralmente dão poucas flores e ficam pequenas, o que é natural, já que as ramificaçÕes geralmente são mais fracas mesmo. Outra desvantagem é que quando se mantem uma Phalaenopsis florida por tanto tempo a planta pode ser prejudicada, a planta não destina suas energias direito para produção das tão importantes folhas novas e raízes e mesmo sendo adubada corretamente ela pode vir a se esgotar.No caso das Mini Phalaenopsis geralmente quando corta a haste no terceiro nó esta tende a secar por completo e assim a planta depois emite uma nova, portanto no caso delas o mais indicado é o corte na base da haste. Para Phalaenopsis com hastes grandes e bonitas o mais indicado é que ao final da floração da haste principal fazer o corte desta na base, pois geralmente o final da floração coincide com o período do ano da primavera/verão que é o período em que a Phalaenopsis coloca folhas e raízes novas e quanto mais folhas e raízes novas ela colocar melhor a floração da próxima temporada. Uma adubação completa e balanceada e os demais cuidados também são fundamental, sendo que o adubo deve ser adequado e completo para orquídeas.

      Bom espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente. Tenha uma ótima tarde!

      Excluir
  25. E como faço para ter orquideas com hastes longas após o corte!
    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. as hastes longas vem com o tempo, para isso o corte da haste antiga na base é fundamental e a adubação rega iluminação adequadas e o controle das pragas e doenças q possam aparecer também! As Phalaenopsis colocam folhas novas e raízes no período quente do ano e quanto mais folhas e raízes elas colocarem mais força elas terão para a próxima floração e maior poderá ser a haste e até 2 hastes poderão vir.

      Excluir
    2. Olá Andrew, era justamente essa minha dúvida, minha phal não deu haste ainda esse ano, ela sempre dá flor mais de 1 vez por ano, porém está emitindo folha atrás de folha, será q ta tudo bem?

      Excluir
    3. Olá Thais! Provavelmente ela emitirá haste ainda, mas como estamos tendo um início de outono bem quente isso está atrasando a floração delas, porém a hora que começar a chegar as ondas de frio aí suas hastes irão aparecer.

      Excluir
  26. De quanto em quanto tempo de adubar as orquideas de vaso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! vai depender do tipo de adubo e do regime que você adota nas suas plantas. não existe uma regra, mas sim o bom senso, pode ser semanal ou quinzenal ou mais para adubos para aplicação líquida, e geralmente de 3 em 3 meses para adubos de liberação lenta, mas uma coisa é certa. Quanto mais constante e mais homeopática for a adubação mais eficiente esta será para as plantas.

      Excluir
  27. Oi Andrew, lendo seu blog percebi que minha orquídea pode estar com ácaros.
    As folhas estão parecidas, (parecem que estão secando, porém ficam esbranquiçadas), olhando atentamente no lado de baixo da folha, parece até canela em pó, vejo ums pontinhos marrons bem minúsculos.
    Como posso tratá-la? (uma planta só restam duas folhas), outras duas, começou agora a aparecer esse tipo de "mancha".

    ResponderExcluir
  28. Acabei de ter uma nova dúvida enquanto lia seu blog com mais calma.
    Já tive problemas com formigas que consegui resolver simplesmente deixando a planta em água corrente e/ou submersa.
    Vi vários outros comentários que me ajudaram bastante tbm.


    Minha dúvida agora é: Vi que o ideal para orquídeas não são vasos muito grandes e que o subtrato ideal seria casca de pinus com carvão, certo?
    Plantei 3 phalaenopsis em pó de xaxim (eu tinha em casa de tempos atras, quando ainda eram vendidos).

    Uma delas após cairem as flores da primeira floração, replantei e já tem 2 anos nesse subtrato. Está bonita e vistosa, com folhas boas e raizes grossas, porém, desde o plantio, nunca mais deu mais que 3 flores por ano(em hastes pequenas).

    Duas outras replantei essa semana:
    Uma delas estava há dois anos no mesmo vaso com muitas raizes (finas), porém a planta sempre deu muitas flores mesmo sem nunca ter sido adubada.

    A outra é justamente essa que acho que está com ácaro, antes de ler seu blog achei que pudesse ser o subtrato que a estivesse fazendo murchar (nem pensava na possibilidade de doenças, pois as folhas realmente parecem murchas), por isso replantei.

    Algum problema em plantá-las em pó de xaxim?
    As duas ultimas misturei o pó de xaxim com casca de pinus pequeninas.

    Agradeço desde já.
    (e parabéns pelo blog e por repartir seu conhecimento!!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Erica! Quanto ao problema com ácaros eles são resolvido geralmente com ácaricidas específicos como Vertimec, orthene ou oberon, mas esses são produtos tóxicos q precisam de receituário agronômico e uso da proteção, portanto se você tem poucas plantas e pouca experiencia com esses produtos o bom é pedir a alguém mais experiente fazer a aplicação, ou usar métodos alternativos que também são eficientes, como a lavagem das folhas com sabão de coco e aplicar quinzenalmente o Organobat ou o Nim i go, ambos são produtos a base de óleo de nim bastante eficientes. Estes devem ser aplicados sempre no fim da tarde para garantir a eficiencia do produto.

      Formigas geralmente não causam mal as plantas excetuando as cortadeiras saúvas e quenquens. Elas fornecem proteção contra outros insetos grandes em troca do nectar adocicado que os brotos novos e botões florais liberam para atrai-las. As formigas podem ser problemas se tiver cochonilhas e pulgões por perto, pois elas podem trazer e proteger essas pragas e então deve ser feito o controle do pulgão ou da cochonilha. As formigas também podem ser indicadoras de que o substrato pode está se degradando pois quando o substrato começa a se degradar e ficar mais ácido elas podem fazer ninhos nos vasos o que não causa problema nenhum para a planta, mas acende uma luz amarela em relação ao tempo de vida do substrato da planta.

      Quanto ao substrato e o plantio, realmente orquídeas de modo geral preferem vasos bem apertados proporcional ao tamanho das plantas. Vasos grandes demais retém muita umidade e isso pode favorecer o encharcamento do substrato e as orquídeas não gostam disso e podem ter problemas sérios com as raízes. e a planta pode vir a morrer. Quanto a substratos esses devem ser arejados e de boa durabilidade de forma q retenham um mínimo de umidade e garantam boa ventilação das raízes. Antigamente se usava basicamente a fibra de xaxim desfibrada sem o pó ou a placa ou vaso de xaxim, mas com a proibição foi se buscar novos substratos e o que se usa muito hoje é a casca de pinus misturada com carvão, chip de coco e também brita em alguns casos, o que garante uma boa retenção de umidade, uma boa ventilação e um bom enraizamento para a planta, e quanto o tamanho dos pedaços do substrato isso varia de acordo com o calibre da raíz. Geralmente plantas com raízes mais grossas como Phalaenopsis e Catasetuns apreciam substratos mais grosseiros; plantas com raízes de calibre médio, como as Cattleyas de modo geral preferem substratos de pedaços medianos onde as raízes tem uma melhor fixação e já as plantas de raízes mais finas como Dendrobiuns, Oncidiuns, microrquídeas e terrestres preferem substratos mais moídos pois permite uma melhor fixação das finas raízes.
      Como agora não é a melhor época para o replante das Phalaenopsis você pode coloca-la em local mais protegido e quente como dentro de casa próximo a uma janela com boa claridade, para que induza um bom crescimento vegetativo na planta até ela se recuperar plenamente e faça adubações regulares com adubos completos e balanceados em nutrientes contendo inclusive cálcio na formulação de preferencia.

      Bom espero ter ajudado Erica, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato! No mais, tenha uma ótima semana e até a próxima!

      Excluir
  29. Olá :) acho q n tive sorte com a minha orquifea:( primeiro o substrato começou a ganhar tipo bulor entretanto as folhas cairam todas estavam verdes e cairam pela base como se tivesses apodrecido aoesar de estar verdes, tirei o substrato todo lavei-a toda coloquei novo substrato e novo vaso (maior :s) agora começei a reparar que no substrato andam uns bichinhos brancos tipo baratinhas muito pequeninas. Já não sei o que fazer será que ainda tem salvação? Cortei todas as astes pelo 1o nó :s como faço para eliminar estes bichos? Ajude-me por favor obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Iolanda! Você teria como enviar fotos para o e-mail do blog: orquideassemmisterio@gmail.com, para saber exatamente o que está acontecendo para poder te ajudar direito? Tente fazer algumas fotos dos bichos e de um todo da planta para poder da uma olhada direito certo?
      Desde já fico no aguardo das fotos e espero conseguir te ajudar. Forte abraço!

      Excluir
  30. Gostaria de informação sobre uma phalaenopolis que comprei em exposição de orquideas em junho de 2012 com duas hastes floridas. Apos perderem as flores, cortei as hastes no 3º no... numa haste nasceu um keike que ainda não tem raizes, e na outra não aconteceu nada, nem secou,nem deu haste floral e nem keike. A planta ganhou 4 novas folhas bem fortinhas e verdinhas. Parecem estar saudaveis... será que tenho que cortar essa haste na base? Tem chance de dar flores ainda este ano. Comprei nessa exposição Bokasshi que tenho colocado regularmente, 3 em 3 meses e mais o Peters cujo P é 52, tenho colocado canela sobre o substrato...está tudo certinho? Outra orquidea cujo nome não lembro, é aquela terrestre que floresce em julho... mas que há 5 anos quando replantei... nunca mais deu flor.Agora resolveu apresentar folhas novas e parece que está nascendo bem colado ao vaso uma pequena haste pontuda... será flor? Mas ainda não está frio o suficiente para isso. Me recomendaram a colocar gelo a noite para incentivar a floração... isso pode? Agradeço seus maravilhosos ensinamentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Quanto a Phalaenopsis, geralmente esta recomendação de cortar a haste no terceiro nó não deve ser visto como uma regra, que infelizmente os comerciantes passam assim, mas na verdade deveria ser visto como uma opção entre 2. Primeira e na minha opinião a melhor opção para quem quer uma planta forte e com florações abundantes é sempre cortar a haste na base no final da floração, principalmente para que a planta aproveite todo o período quente do ano para apenas colocar folhas e raízes novas sem ter que alimentar hastes antigas. A segunda opção é a de cortar a haste no terceiro nó, podendo ocorrer ramificação da haste floral, caso o tempo esteja mais fresco, ou formação de keike, caso o tempo esteja quente e outra coisa que pode ocorrer é simplesmente a haste paralizar, este é um problema comum que ocorre e com o tempo ela pode secar, mas enquanto isso ela usa energia da planta que poderia está sendo usada para outros fins. Se a sua folha enfolhou bem no período quente, como você mencionou com 4 folhas novas, isso significa que ela tem pelo menos mais 3 gemas novas boas que poderão emitir haste floral esse ano, portanto cortando a haste paralizada e aproveitando que o tempo está mais ameno isso ajudará com que ela emita haste floral nova e com mais força. Quanto a haste do keike o jeito é esperar o enraizamento para fazer o desmame. Quanto a canela em pó na verdade não tem nada comprovado que ela estimula brotação de gemas na planta, mas ela é muito importante como cicatrizante e pode ser usada toda vez que fizer cortes e no replante, uma vez que é comum se danificarem raízes, mas não precisa colocar com freqüência no substrato. Quanto a adubação o bokashi é ótimo, mas em vez de usar o peters com 52 de fósforo o mais interessante seria usar o peters de manutenção 20 20 20+o bokashi, sendo esta uma combinação mais interessante e não suspender a adubação de maneira alguma no período da floração.

      Quanto ao cymbidium, que é a terrestre que você está falando são plantas de clima frio, que precisam de uma necessidade de horas de temperaturas baixas abaixo dos 10ºC para induzir a floração, portanto mesmo que ela vegete e desenvolva bem em climas mais quente a floração torna-se mais complicada, mesmo colocando água gelada ou gelo todas as noites a partir de determinada época do ano. Você pode fazer esse procedimento, mas não é nada garantido. Muita gente consegue alguma floração em locais mais quentes, quando simplesmente largam a planta de lado e muitas vezes plantada até no jardim pegando algumas horas de sol, mas mesmo assim Cymbidiuns para climas mais quentes é complicado para florir.
      Bom espero ter te ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente. No mais, tenha uma ótima semana e até a próxima!

      Excluir
    2. Obrigada pelas explicações... já adquiri duas outras de phalenopolis já floridas e vou seguir seus conselhos sempre importantes.Boa semana também a toda equipe...

      Excluir
  31. Olá Andrew, será que você pode me ajudar?
    Tenho várias orquídeas na sacada de meu apartamento, algumas estão florindo e estou muito feliz por isso. Mas uma Phalaenopsis, secou todas as folhas, na verdade ficaram pretas e suas raízes continuam verdinhas. Será que ela voltará a ter folhas ou é daí para pior?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cesar! quando uma Phalaenopsis perde todas as suas folhas, seja por podridão bacteriana, ou outro motivo que a keviy ao colápso, mas seu caule e raízes se mantém intacto pode ocorrer dela emitir brotação lateral e retomar o crescimento. Não é garantido, mas pode acontecer. Tente a manter em um local mais quente para acelerar o processo e com boa iluminação ventilação e mantenha as regas sempre q o substrato secar e adubação normal e o resto é aguardar e vê se ela irá recuperar.
      Boa sorte e tomara que ela recupere! até a próxima!!

      Excluir
  32. Olá,
    Posso trocar o substrato da minha orquídea no período da floracao?
    Grat
    Meire

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Meire! Não é aconselhável fazer a troca neste período na maior parte dos casos, pois é o período em que a planta gasta mais energia e o estresse poderia ser muito grande correndo o risco de até perder a planta. O período melhor é quando a planta está iniciando um novo enraizamento. Isto varia de espécie para espécie então é bom dar uma lida sobre as espécies que você tem ou de interesse para acertar no procedimento do replante. Qualquer outra dúvida é só entrar em contato novamente. No mais, tenha um ótimo resto de domingo e até a próxima!

      Excluir
  33. Oi, tudo bem? Estou aprendendo muito no seu blog e resolvi pedir ajuda. Há dois dias minha cattleya começou a ficar com as folhas amarelas como não dá p ver as raízes eu consegui alcança-las enfiando o dedo dentro do vaso e vi que estavam encharcadas, a única solução que encontrei foi tira-la do vaso e vi que as raízes não estavam verdinhas como as da minha Phalaenopsis e sim toda marrom. Será que está podre? Notei também que o substrato que só tem 1 mês está com poucos bichinhos branquinhos e miudinhos andando, será que é praga? Deixei ela no quintal ventilando e o substrato deixei no sol para secar e vim pedir socorro. Aguardo resposta.

    Isabel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isabel! Obrigado pela visita ao blog! Quanto a Cattleya essas folhas amareladas é devido a deficiência de nitrogênio, que está sendo causada pelo fato que a planta não está conseguindo absorver água nem nutrientes direito, devido a maior parte das raízes estarem mortas. Isso pode ter acontecido pelo substrato está muito velho e deteriorado e possívelmente devido ao excesso de regas também O excesso de regas encharca o substrato e sem dar tempo de secar as raízes sufocam e morrem e com o substrato velho isso se agrava mais ainda. Agora outra coisa que não deu para visualizar nas fotos mas gostaria que me confirmasse é se nos 2 bulbos que estão amarelando na base deles estão moles ou com manchas parecendo secas parecendo podridão. Dê uma verificada nisso certo?
      Se os bulbos estiverem bons o procedimento é eliminar todas essas raízes mortas com uma ferramenta esterilizada e então pode por antes de replantar a planta de molho em uma água com um enraizador ou estimulante a base de vitamina b1. Pode usar se quiser algumas gotas de vitagold para 1L de água e deixa a planta um tempo imerso nessa água. Depois plante-a em um substrato novo, não reutilize o substrato velho que você a tirou. Um bom local para comprar substrato de qualidade é o Orquidário Oriental: www.orquidariooriental.com.br . Replante em um vaso novo e de acordo com o tamanho da planta sem enterrar os bulbos e firme-a bem no vaso. Depois faça adubações normalmente com um adubo próprio para orquídeas completo e balanceado para uma boa recuperação da planta.
      Bom espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente Isabel e ficarei no aguardo da verificação dos bulbos. No mais, tenha uma ótima semana e até a próxima!

      Excluir
  34. Olá Andrew hj andando na rua encontrei uma planta que pelas fotos que já vi na internet me parece ser uma orquídea,como tenho buscado conhecimento mas tudo ainda me parece meio confuso,procuro quem me ajude o que fazer com ela,tirei fotos se quiser visualizar posso enviar,preciso de ajuda urgente pra não perde-lá desde já agradeço e aguardo contato!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alê Barros! Sim é uma Orquídea e possívelmente é algum tipo de Oncidium, provavelmente o que chamam popularmente de chuva de ouro. Este é um tipo de planta que pode ter seu cultivo dificultado em vaso, mas em placas de madeira, ou casca de árvore adequadas ou memso amarrando em árvores vivas elas vão super bem. Não divida a planta e amarre-á em alguma árvore ou coqueiro ou plante-á em uma placa de madeira em um local com boa iluminação sem pegar sol direto, apenas o sol fraco do início da manha ou final da tarde. Molhe-á com frequência e utilize um adubo específico para orquídeas que seja completo e balanceado. Para mais informações sugiro ler as matérias do blog referentes ao cultivo básico de orquídeas que você encontra no menu principal do blog em dicas de cultivo.
      Bom espero ter te ajudado, mas tendo outras dúvidas é só entrar em contato novamente. No mais tenha uma ótima semana e até a p'roxima!

      Excluir
  35. Prezado Andrew,
    Cometi uma insanidade: Uma taturana desnaturada picotou as quatros folhas de minha phal... então, podei-as todas.... mereço perdão?
    Outra coisa, observei que vc receitou Organobat e nim i go para tratar de amarelamentos e manchas de ferrugens nas folhas, é isso mesmo? Quantas aplicações? Onde encontro este produto?
    obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Malu! Ixee realmente taturana faz estrago quando aparece, mas não precisava podar as folhas não, porque o restante que fica continua fazendo fotossíntese e sendo útil para a planta e com o próprio tempo a planta renova as folhas, mas você as tirando pode ter prejudicado mais a planta.
      Quanto ao Organobat ou Nim i Go na verdade eles são repelentes e inseticida são recomendados para controlar cochonilhas, outros insetos e ácaros, não são eficientes para doenças que mancham as folhas. Você pode usar um ou outro preventivamente uma vez por mês ou de 15 em 15 dias e você encotnra eles em lojas de produtos agropecuários ou pela internet certo?
      Bom espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente.
      No mais, tenha uma ótima semana e até a próxima!

      Excluir
  36. Boa Noite, Andrew tenho uma Phalaenopsis e as suas raízes ficaram num tom cinza e a haste secou mais tem duas folhinhas novas e hoje quando fui cuidar dela as folhinhas novas se separaram das raízes e da folha grande que esta murcha e amarelada será que tem solução ou perdi de vez a minha Phalaenopsis, o que eu faço tem alguma salvação? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! O caso é grave, bem possível ela ter sido vítima da podridão bacteriana aí é bem provável que ela não tenha muito o que fazer, mas para poder te ajudar melhor, você tem como enviar fotos dela para o e-mail do blog: orquideassemmisterio@gmail.com
      Ficarei no aguardo das fotos e no mais tenha um ótimo fim de semana e até a próxima!!

      Excluir
  37. Ola Andrew, gostaria de tirar uma duvida a respeito da dendrobium, recentemente um dos meus vasos com um broto lindo e enorme se acidentou e para a minha infelicidade este broto se quebrou eis que tive que cortar o que restou dele, uma pena pois estava tao bonito, a duvida e a seguinte este broto sem raiz ou keiki eu consigo faze lo brotar novamente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila! se no caso é um broto novo que ainda estava em formação quando quebrou este não terá como salvar, pois ainda ele não terá acumulado reserva suficiente e adquirido a maturidade para então ele poder emitir novos keikes e raízes, mas se o broto já estava totalmente desenvolvido, mesmo com folhas ele poderá emitir keikes e brotar com o tempo.
      Bom espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só entrar em contato novamente. No mais tenha um ótimo fim de semana e até a próxima!

      Excluir
    2. Ola Andrew, muito obrigado pelo retorno, obroto ja estava formado com varias folhas e quase do tamanho da haste mae deve te maio ou menos 20 cm, como eu procede neste caso, replanto em vaso com fibra de coco e cascas ou fixo em placa ou algo parecido, e a primeira vez que vou tentar.

      Excluir
    3. Olá Camila! Você teria como enviar foto deste broto para o e-mail do blog? orquideassemmisterio@gmail.com

      Então como falei vai depender se o bulbo já está totalmente formado e fisiológicamente maduro ou ainda está imaturo e verde. Se ele estiver imaturo, mesmo que já grande possívelmente ele irá murchar e seca, mas se estiver maduro suas folhas cairão e então você pode tenta estimular ele a dar keikes pode deixar deitado em areia úmida se quiser ou coloca numa casca também que funciona, mas só se ele estiver maduro.
      Ficarei aguardando as fotos e qualquer outra dúvida é só perguntar.

      Tenha uma ótima semana e até a próxima!

      Excluir
  38. Prezado sr, Andrew, gostaria de saber se a arundina ou orquidea de jardim pode er cultiva com podas do olho para não ficar tão alta, sera que pode?
    Sou Luciano e vez por outra conulto o sr. e suas dicas através do site.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciano! Olha as arundinas não aceitam podas, pois se podar seu olho o que possivelmente acontecerá é q o broto vai secar e saira brotos laterais na base. O broto só emite os keikes na sua ponta quando está totalmente desevolvido e já acabando a floração, fora isso não se pode podar.
      Bom espero ter ajudado, mas qualquer outra dúvida é só entrar em contato. No mais tenha um ótimo fim de semana e até a próxima!

      Excluir
  39. Sr. Andrews outra coisa, eu coloquei uma cattleya, em um tronco, uma Degarmoara flying high ou oncidium voando alto, um hibrido, também uma phalaenopsis amabilis, e depois de um tempo delas amarradas, pois acredito que levará muito meses para pegarem mesmo no tronco, o abraçarem e fixarem, notei que ficam muito ventiladas e com a raiz clara,como diria secas, aparentemente desidratadas, acho que por causa do substrato de tronco ter esse traço peculiar, então coloquei uma quantidade de esfagno, como que um leve manto sobre as raízes, amarreios levemente por cima das raízes, sera que dará certo, será que tem alguma experiência com orquideas dessas espécies em troncos secos, outra coisa, por favor me dá dicas específicas, mesmo que sejam longas sobre como cuidar da forma correta de uma vanda, incluindo também nas dicas uma adubação, com tipo o 10-10-10, se pulveriza a raízes ou as folha por baixo e por cima, como também a rega dela como faço? além disso coloquei a vanda em uma ponta de tronco assim a ponta é fina e alta, tipo a base que ela vem de plastico toda recortada, as raízes ficam como na base, no tronco ficam todas soltas no ar, então estou cheio de dúvidas, por favor dá uma dica de orquidófilo experiente, ok.
    Desde já, até mais, e muito obrigada Luciano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciano. Sim é uma prática comum para muitas espécies fazer uma leve caminha de sfagnum quando plantada em troncos ou placas e depois a vantagem é que quando a planta está estabelecida pode-se remover a caminha sem mexer na planta, ajuda bastante porque ajuda a segurar a umidade, mas mesmo assim plantas plantadas neste sistema requerem regas frequentes, geralmente diárias devido a secagem rápida do tronco, mas em geral elas apreciam muito este tipo de plantio.
      Quanto a Vandas elas de fato ficam com a maior parte das raízes soltas embora algumas possam fixar. são plantas que apreciam bastante umidade e ventilação, requerem regas freqüentes, diárias ou em períodos mais secos e quentes mais de uma vez ao dia. a adubação segue como as outras orquídeas, podendo ser semanal e usando fórmulas adequadas para orquídeas. Evite uso de fórmulas NPK granuladas, mesmo dissolvendo como o 10 10 10 ou outro. Use adubos próprios para dissolver e que sejam completos e balanceados, contendo inclusive cálcio. Uma boa adubação que funciona bem para vandas é o uso intercalado do adubo BeG orquídeas multi nutrientes e o Plant Prod 15 30 15, uma semana um, uma semana o outro, é uma maneira que está funcionando muito bem, mas existem outras formas e adubos bons que podem ser usados também. Dê uma lida na matéria do blog referente a adubação, pois vai te ajudar bastante ok?
      Bom espero ter te ajudado, mas tendo oturas dúvidas é só entrar em contato novamente. No mais, tenha uma ótima semana e até a próxima!!

      Excluir
  40. Prezado,dr. Andrew, boa noite.
    Tenho mais uma vez outra solicitação, eu ganhei uma denphal alba recentemente de minha Mãe, ao longo do que etou a te contar aplicei varias coisa, chegou linda bem cheia de folhas bem verdes e flores, curtir as flores durante os dias, que foram muitos, pois as flores dela duram muito, então quando comecei a cultivar uma phalaenopsis num tronco, mudei também a denphal, porém apliquei varios, como falei no inicio, produtos que acreditava da phalaenopsis precisava, também na denphal, e a phalaenopsis morreu, a denphal deu um acaro forte que deteriorou todas as folhas,mesmo tendo seguido as orientaçõe feito certinho e aplicado uns 45 dia, em três vezes, a cada quinzes, a calda bordalesa, as folhas foram amarelando e caindo, ao longo de dias, uma após outra, por ultimo essas semanas agora ficaram duas folhas, e quando a penultima estava caindo notei crescendo algo, por baixo da ultima que ficou, a menor de todas bem na ponta do pseudobulbo, sendo que ao longo desse tempo tentei recuperar ela tirando do tronco, parei de aplicar a calda bordalesa, que tinha aplicado, e quando ela começou a sair esse brotinho embaixo da ultima folha, eu acreditei que esta melhorando, pois notei agora que é uma nova haste floral, então quero saber? devido a nova haste floral, pelo meu ponto de vista, ela não está tão mal, mas pela ausência de folhas verdes, e que a ultima embora não tenha amarelado e tem vestigios de ácaro, pode cair, então como eu faço para incentivar novas folhas?
    ela tem um pseudo bulbo principal onde tem essa folha e surgiu essa nova haste floral, os outros dois, que também tem na touceira, regrediram e não mudaram mais de condição e parecem que estacionaram o crescimento, se tiver alguma dica por favor me ajuda, ok?
    obs:
    OUTRA QUANDO PEDI AS DICAS DA VANDA O SR. NÃO REPAREI, DE ME DAR DICAS DA REGA, SE NAS FOLHAS, SE NA RAÍZES, POR FAVOR ME DA UMA DICA TAMBÉM, PODE PARECER SIMPLES PRO SR. MAS PARA MIM O MAIS SIMPLES PRO SR. É UMA AULA, PRA MIM OK.
    Desculpa lhe solicitar tanto, não sou botânico, nem entendo das estruturas das plantas, tudo que sei é o que Jeová Deus tem me dado de pratica, observação, e ajuda por meio de uma pessoa como o Dr. que ajuda sempre, com o socorro de uma orientação.
    Desde já muito obrigado, por sua sempre disposição em ajudar, e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciano! Primeiramente, me diga que produtos são esses que você estava usando em sua Phalaenopsis e Denphal certo?
      Segundo, como era essa calda bordalesa que você estava usando nas suas plantas?
      Quanto ao Denphal não precisa de pânico, pois é comum elas perderem folhas dos bulbos mais antigos com o tempo, o que é muito comum em vários Dendrobiuns, mas mesmo sem folhas estes bulbos continum sendo úteis para a planta servindo de reserva de alimento e eles ainda podem emitir keikes ao longo do bulbo. O que irá acontecer com o tempo é que a planta deve emitir um novo broto em sua base e esse irá crescer e formar um novo bulbo e dar continuidade na planta. Os cuidados com ele devem ser normais em relação a rega e adubação, regando sempre que o substrato estiver seco e adubando com um adubo adequado para orquídeas que seja completo e balanceado. Tome muito cuidado e evite excessos na adubação.
      Quanto a Vanda, de fato esqueci de falar, mas quanto a rega e adubação essa deve ser feita nas raízes, pois esses são os órgãos responsáveis pela absorção da água e nutrientes nas plantas.
      Bom espero ter te ajudado, mas ficarei no aguardo das respostas referente a calda bordalesa e aos outros produtos para concluirmos o assunto ok?
      No mais tenha uma excelente semana e até a próxima!!

      Excluir
  41. DOUTOR, BOA NOITE, EU APLIQUEI UREIA A 0,01%, EM UM LITRO, OU 1 GRAMA PARA UM LITRO, TAMBÉM 0,01% DE 10-10-10, PORÉM NÃO MISTURAVA DIREITO E AS VEZES DEIXAVA POR CIMA DO SUBSTRATO O QUE DEIXAVA O ASPECTO DE MOFADO NO SUBSTRATO, O 10-10-10 É MEIO GRANULADO E NÃO É DE BOA APLICAÇÃO, APLIQUEI DE FORMA ERRADA MOLHAVA AS ORQUIDEAS A NOITE E ISSO LEVAVA A APARECER MAIS FUNGOS E ACAROS, AO CONTRARIO DE MELHORAR, A CALDA FOI FEITA NA PROPRORÇÃO DE 0,10 % DE UM LITRO OU 0,05% DE SULFATO DE COBRE, DEIXADO POR QUATRO HORAS E BEM DILUIDO, ASSIM TAMBÉM PREPARAR 0,05% DE CAL VIRGEM PREPARADO EM UM VASO DE 500ML, ASSIM COM O CAL VIRGEM(0,05%) PRONTO EM 500ML, JUNTO COM O SULFATO DE COBRE (0,05%) E FAÇO UM LITRO DE CALDA, APLICO NO FIM DA TARDE OU INICIO DA NOITE,TUDO NO MEMO DIA OU A SOBRA JOGO FORA, NÃO SERVE MAIS PRA DEPOIS, ISSO DE QUINZE EM QUINZE DIAS, PRIMEIRO EU MOLHAVA, NA PROXIMA EU EM VEZ DE MOLHAR EU JA BORRIFAVA, EM TODA A PLANTA, MAS APLICAVA EE ERRADO, AS VEZES FORA DE HORA, E EM PLANTAS QUE NEM PRECIAVA, E ERA MUITO ANCIOSO COM OS RESULTADOS, DEPOIS COMECEI APLICAR, E AI NO PROXIMO DIA CORRESPONDENTE, DEPOIS DOS QUINZE DIAS EU APLICAVA A UREIA AI, DE FORMA ERRADA EU TERMINEI MATANDO UMA PHALAENOPSIS, PREJUDIQUEI A DENPHAL ALBA FALADA, E UMA ENCICLIA DICHROMA TAMBÉM MORREU, TUDO TAMBÉM POR QUE SEM AS MESMAS PRECISAR, ATÉ PORQUE ERA A PHALAENOPSIS QUE PRECIASAVA AI TERMINEI APLICANDO TAMBÉM A CALDA NAS DEMAIS, ENTÃO COMO JA TINHA ESCRITO ESSAS EXPLICAÇÕES PRO SR., ATÉ PORQUE PROCUREI TIRAR A DUVIDAS, MAS HOJE JA ESTOU TENDO O RESULTADO DE EXERCER PACIENCIA E TER FÉ EM DEUS, POIS A PLANTAS NOS ENSINAM MUITAS COISAS NAS PRATICAS DE SEUS CUIDADOS, E HOJE ME SINTO MAIS FELIZ EM OBSERVAR AS QUALIDADES E O PODER DO CRIADOR EM SUAS MARAVILHOSAS CRIAÇÕES COMO AS PLANTAS, NO NOSSO CASO AS ORQUIDEAS.
    ROMANOS 1:20 "POIS AS SUAS QUALIDADES INVISÍVEIS SÃO CLARAMENTE VISTAS DESDE A CRIAÇÃO DO MUNDO EM DIANTE, PORQUE SÃO PERCEBIDAS POR MEIO DAS COISAS FEITAS, MESMO SEU SEMPITERNO PODER E DIVINDADE, DE MODO QUE ELES SÃO INESCUSÁVEIS;"
    ENTÃO DOUTRO MUITO OBRIGADO E QUE JEOVÁ DEUS SEMPRE NO ABENÇOE, BOA NOITE E MUITO OBRIGADO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciano! Bom vamos por partes:
      Primeiro, quanto a questão dos adubos as orquídeas são plantas que possuem um metabolismo muito lento, além disso, elas possuem uma das raízes mais desenvolvidas do reino vegetal e por isso elas são muito eficientes em termos de absorção de água e nutrientes. Juntando esta grande habilidade com o metabolismo lento elas necessitam de dosagens mínimas de minerais, mas como qualquer planta elas necessitam de todos os elementos minerais essenciais à vida das plantas, sobre tudo o cálcio que para as orquídeas é exigido em maiores quantidades. Sabendo disso os adubos ditos NPK e adubos muito ácidos como a Uréia não são recomendáveis para orquídeas usados puros, primeiro, porqueos adubos NPK granulados tipo 10 10 10 ou outro são incompletos possuindo apenas esses 3 elementos e mais alguns poucos necessitando assim de complementação e segundo pq os granulados são muito concentrados e liberam no substrato uma quantidade muito grande de sais, salinizando o substrato e intoxicando a orquídea podendo então provocar queimadura de raízes, manchas nas folhas, desidratação e morte da planta em intoxicações severas. A Uréia também não deve ser usada pura, primeiro que é um adubo ácido e ela possui uma substância que não faz bem para as raízes das orquídeas em sua reação para liberar nitrogênio causando queimaduras e podendo intoxicar e levar a planta a morte.
      Então para evitar esses problemas do adubos concentrados se usam fórmulas bastante solúveis que podem ser bem diluídas que então podem ser aplicados sem problemas nas orquídeas e então o mais usado para orquídeas são essas fórmulas ditas adubos foliares, entretanto, não se engane, mesmo dizendo adubo foliar no produto faça a aplicação via raíz sempre molhando o substrato da planta preferencialmente. Quanto a questão dos adubos para orquídeas existem uma gama de produtos bons para uso em orquídeas, mas o mais importante é que a adubação seja sempre completa e balanceada em dosagens baixas e regulares, geralmente semanal. Sugiro que você leia a postagem do blog referente a adubação, pois vai te dar uma grande ajuda nesta questão Luciano! Segue aqui o Link: http://orquideassemmisterio.blogspot.com.br/2011/03/adubacao-um-tema-que-sempre-gera.html

      Quanto a Calda bordalesa a questão é que o seguinte: Sendo feita da maneira correta e na dosagem correta ela não traz problemas algum, agora ela, assim como qualquer fungicida ou outro defensivo não deve ser usada frequentemente, primeiro por causa do acúmulo de cobre que a longo prazo pode ser ruim para as plantas, segundo ela não deve ser aplicada em épocas de temperaturas altas, como o verão e primavera podendo ocasionar intoxicação das plantas. Ela é recomendada como tratamento de inverno e apenas algumas aplicações.
      Concluindo. Quanto mais simples for o seu cultivo, mais eficiente ele será e a questão da ansiedade o cultivo de orquídeas vai te ajudar muito a controlar isto, pois seu cultivo é um grande exercício de paciência e com o tempo você será recompensado e tendo dúvidas pode sempre entrar em contato!
      Bom espero ter te ajudado mais uma vez, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente. No mais tenha uma excelente semana e até a próxima!!

      Excluir
  42. ok, esta otimo, um dia mando umas fotos das orquideas e mostro os resultados, ate mais luciano.

    ResponderExcluir
  43. CELIS 22/08/2013 ANDREW BOA NOETE, COMPREI UMA LINDA MUDA DE CATTLEYA, FIQUEI SUPREZA AU VER QUE SEU SUBSTRATO E SO ESFAGNO PODE DEXAR OU DEVO TROCAR VOCE PODE ME AJUDAR. COSTARIA DE SABER TAMBEM SE DEVO COLOGAR FERTILIZANTE APOS O REPLATE SE DEVO QUAL?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Olha realmente o sfagnum é um substrato complicado para se trabalhar onde as condições devem ser mais controladas, caso contrário ele apodrece muito rápido e acumula muita umidade. De fato o replante é a melhor opção com um substrato adequado bem drenado e bem ventilado e num vaso de tamanho adequado. Quanto ao fertilizante sim pode adubar após o replante e tipo pode ser o memso que você usa nas demais, lembrando que a adubação deve ser feita de forma regular e com produtos que forneçam equilibradamente e sem exageros todos os minerais que elas precisam inclusive o cálcio.
      Bom espero ter te ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato. No mais tenha uma ótima semana e até a próxima!!

      Excluir
  44. celis 28/08/2013 obrigada andrew, descupa por tantas perquntas mas so confio nas sua respostas porque tudo que me dis da certo, ate brevi!

    ResponderExcluir
  45. Oi Andrew,

    Muito já pesquisei na net e como não vi nada sobre o assunto acho que só com as minhas orquídeas isso acontece. A questão é que 2 das minhas orquideas estão com hastes florais que não saem botões e sim outras hastes e outras hastes e outras... A primeira vez que elas começaram a fazer isso, eu podei a haste. E agora eu estou deixando para ver o que vai dar, mas nada de flor, só hastes e hastes e hastes... Eu tenho outras orquídeas e todas estão ótimas, só essa 2 Phal que estão assim. Costumo adubá-las com adubo orgânico (farinha de osso e mamona), não sei o que fazer. Me ajude, pois amo minhas orquídeas!
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana, você teria como enviar as fotos deste fato curioso para o e-mail do blog: orquideassemmisterio@gmail.com para que possa tentar te ajudar melhor?

      ficarei no aguardo das fotos e no mais tenha uma ótima quinta e até a próxima!

      Excluir
  46. Olá,pesquisei mas ñ achei a solução para o meu caso, tenho 2 phal, uma delas comprei com flor, e depois q morreram cortei a haste, mas com o tempo ela foi perdendo todas as folhas, isso já faz 4 meses, mas as raízes estão verdes, e crescendo, notei nela um inicio de um broto, achei estranho, já a outra a raíz dela foi morrendo, e agora caiu o resto das folhas, mas há umas 3 raízes verde, e parece estar brotando também, será q elas irão se recuperar ou isso é impossivel?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Olha é possível se recuperar sim dependendo do caso. a queda de folhas das Phalaenopsis pode está associado a uma série de problemas. Substrato ruim e raízes fracas, excesso ou falta de rega que leva a planta a desidratar e assim se a desidratação for severa demais a planta pode perder as folhas, ataque de pragas e doenças, principalmente a podridão bacteriana que derruba rapidamente todas as folhas das Phals, mas não costuma atacar raízes e o caule principal.
      Se ela perdeu as folhas mas o caule e as raízes estão vivas ela pode emitir brotos laterais, o que é o que aconteceu e então é ir cuidando dela normalmente, molhando sempre que estiver seco, tomar muito cuidado com excesso de água e evitar molhar as folhas. Também fazer uma adubação com um adubo que seja completo e balanceado para orquídeas, sendo uma boa dica o Biofert Orquídeas que é bem prático para quem tem poucas plantas.
      Bom espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente. Forte abraço e ótima semana!

      Excluir
  47. celis 06/11/213 ola andrew tudo bem, estou com duvida que so voce pode me ajudar,comprei um fertilizante que nao conheço esto com medo de usar porque foi papo de vandedor dizendo que poso colocar em todas flor, mas to com medo,o nome e nutri flora orquidium 100 vou esperar sua resposta-ta.agora quero agradecer por te repondido meu e-mail e coloquei 4 bromelias mas nao sei se tenho que manter o cofrinho delas com aqua porque as folhas estao apodrezendo,que devo fazer? me ajude..se voce poder me responda por e-mail celis couto obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Olha dei uma olhada rapida nas especificações dele e parece ser um bom produto. Ele é um adubo do mesmo tipo do Biofert orquídeas e BeG orquídeas, ou seja um adubo completo e balanceado o que é bem mais adequado para orquídeas e contem cálcio. Use ele na dosagem recomendada semanalmente. Agite bem antes de usar e pulverize principalmente o substrato e as raízes das plantas. Creio que a resposta do adubo será boa e vá observando como será o desempenho e então após algum tempo você pode ir me dizendo se está satisfatório ou insatisfatório certo?
      Abração e bom cultivo!

      Excluir
  48. CELIS 08/11/2013 OBRIGADA PELA AJUDA ,OTIMO FIM DE SEMANA!

    ResponderExcluir
  49. Parceiro gostei muito do seu post, quero dar uma lida na parte um, estou começando agora e quero ir mais fundo na minha coleção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para acessar a parte 1 vá no menu principal em dicas de cultivo, depois cultivo avançado, por fim cultivo de generos especificos e por fim procure peo phalaenopsis aí vera as 2 postagens

      Excluir
  50. Precisando de informações sobre a Miltonia, mandei fotos pelo email e aguardo resposta em breve. Muito grta
    Diva Pires

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá O e-mail já foi respondido. tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente. Forte abraço!!

      Excluir
  51. Olá Boa noite
    Comprei uma Phal ano passado que já veio florida e após floração a haste, este ano, me presenteou com nova floração e com uma nova haste floral. Desde Agosto até hoje ainda possui flores. A questão é que as folhas estão ficando feias como se fosse ácaro. Não havia feito adubação neste período até hoje e estou na dúvida se pode ser o ácaro mesmo ou se é tbm a falta de nutrientes devido a grande floração. Também percebi q o substrato deve estar velho pois tem formigas na planta e em baixo delas fica a fuligem do mesmo. O que devo fazer para deixá - la feliz novamente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Bom no caso das Phalaenopsis e isso pode ser utilizado nas demais também não tem necessidade de suspender a adubação durante o período da floração, pois elas possuem um período longo de floração, mas precisam de energia para se manter e continuam fazendo fotossíntese normalmente, então é fundamental que elas se mantenham bem nutridas o tempo todo. Apenas é só não molhar as flores com o adubo e também pode-se evitar molhar as folhas preferenciando a raiz pois são elas que absorverão de fato os nutrientes.

      Quanto ao aspecto das folhas se você pudesse mandar fotos para o e-mail do blog: orquideassemmisterio@gmail.com poderia te ajudar de melhor forma.

      Quanto ao replante sim as Phalaenopsis apreciam replantes com maior frequência, sempre na época quente do ano em que elas estão em plena atividade, mas se ela ainda estiver com haste floral é recomendado antes que corte a haste floral ou as hastes na base para que a planta direcione toda sua energia para emissão de novas folhas e raízes e assim que estiver saindo folhas e raízes novas ai sim pode efetuar o replante.

      Bom espero ter ajudado, mas ficarei no aguardo das fotos. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  52. Andrew to com um proplema chato com fusarium que veio em uma thyrsiflorum que minha tia me deu isolei ela mas acho que passou ate para uma phal adquirindo coloraçao arroxeada em algumas partes. phal sao muito afetadas pelo fusarium ?
    Marcelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo. O fusarium ataca vários gêneros de orquídeas e sua principal característica são raízes ressecadas, perda de vigor da planta, desidratação e deficiência nutricional, seca de baixo para cima de bulbos e rizoma e quando se faz um corte dos bulbos e principalmente rizoma ou caules aéreos como de vandáceas se vizualiza uma região arroxeada no corte. Se No caso se notar folhas arroxeadas nas Phals, não é sintoma de fusarium. Algumas Phalaenopsis tem naturalmente folhas arroxeadas quando estas são novas e depois esverdeiam. Outras orquídeas também possuem pigmentação vermerlho-arroxeado forte em bulbos e folhas novas quando em desenvolvimento, mas tudo bem diferente do fusarium. Quando identificado é sempre recomendado isolar, remover as partes afetadas ou eliminar a planta e para evitar que espalhe para as demais, fungicidas como cerconil, derosol ou cercobin são bem eficientes para a prevenção.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo ouras dúvidas é só entrar em contato.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. Obrigado por responder tao rapido. A D. thyrsiflorum e uma scomburkia estao com esses sintomas tipicos msm coloquei ela numa arvore bem longe das outras. Eu pensei em comprar um desses fungicidas mas fiquei com medo de usar eles por causa da toxicidade quais EPI precisa ter. E So mais uma coisinha pq minhas phal abortaram as flores ano passado? oque pode causar isso ?

      Excluir
    3. Esqueci de falar adoro seu blog muito legal parabens

      Excluir
    4. Olá! no caso dos EPi deve usar o conjunto completo, macacão completo, botas luvas toca arabe mascara viseira e avental.

      Olha, no caso de aborto de flores pode ter vários motivos, como mudança brusca de temperatura, ataque severo de mofo cinzento, nutrição deficiente, estado ruim da planta, dentre outros. Para identificar o que aconteceu me diga como está sendo o cultivo dela, como tipo de vasos, substratos, ambiente, rega, adubação e uso de defensivos.
      Bom espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só perguntar e fico no aguardo das respostas.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    5. Oi Eng. Andrew, tudo bem?
      Eu uso Vaso de plastico, casca de pinus da arvore que eu fervi bastante tempo. A rega bem bagunçada eu deixava ate elas desidatrar no começo, agora to fazendo certo. Adubaçao era com adubo liquido mas ele virava uma pasta no fundo do frasco e por mais que agitasse não misturava direito ai acho q ficava desbalanceado e aparecia umas raizes marrons. Ai ficou um tempo sem nemhum adubo e elas ficaram melhor sem ele(sera que exagerava na dose?) kkk
      Agora a pouco tempo comprei o B&G achei muito melhor.
      Mas aqui da muita variação brusca de temperatura acho que é este o problema mesmo e elas ficam na varanda não pegam sol só luz de um lado da varanda pega o sol da manha mas venta muito desse lado. Ah e eu tinha a mania de trocar elas de lugar agora a pouco tempo vi que é essencial deixar-las quietinhas hehe

      Excluir
    6. Olá! Isso mesmo, é fundamental evitar a mudança de lugar, a menos claro, que seja necessário e se note que o locla escolhido não está adequado. O BeG sim é uma ótima adubação e de fato essas variações bruscas podem provocar abortos de flores.

      Excluir
  53. Andrew, gostei muito do seu blog
    gostaria de saber a casca pinus aquele tratamento caseiro de ferver funciona? E será que posso usar casca de outra arvore?
    Ou carvão puro?
    aqui é o fim do mundo so achei a casca. de pinus compostada pode se usar esta?.
    Luana mg
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sim funciona sim, tanto o tratamento de ferver, quanto o tratamento de deixar de molho por vários dias e ir trocando a água todo dia até que a água saia limpa. No caso de ferver a mesma coisa, deve ir trocando a água até que ela ique bem limpa. Casca de outras árvores depende da árvore. Tem árvores que tem casca grossa e bem duráveis podendo fazer o tratamento, agora outras a casca se decompõe muito rápido e não é aconselhável.
      Casca compostada não é recomendada.
      Você pode comprar substrato para orquídeas pela internet. o site da Casa do Orchidophilo vende excelentes substratos prontos e enviam para todo o Brasi. vale a pena comprar neles.

      Excluir
    2. Obrigada!

      Bjos
      Luana

      Excluir
  54. minha phalaenopsis esta morrendo esta com as rais boas mas as folhas esta horrivel e tenho uma mini que esta em fibra de coco e casca de pinus e carvao e esta com as raises podre oque faco? TENHO ONZE ANOS E TENHO UM MINI ORQUIDARIO NATHANAEL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Nathanael como você está cuidando delas? Como está sendo a rega? onde elas estão? pegam sol? usa mais alguma coisa nelas? Aguardo as respostas para poder ajudar melhor. Abraços e até a próxima!

      Excluir
    2. MUITO OBRIGADO POR RESPONDER MAS TENHO OUTRA DUVIDA A MINI ESTA SEM RAIZ NAO QUERO PERDELA NATHANAEL

      Excluir
    3. Então nathanael, como você está cuidando das plantas e onde?

      Excluir
  55. oi minhas orquideas phalaenopsis estão abortando os botões, são mudas jovem de primeira floração, estão com aparencia boa, mas são pequenas, será que é por serem jovens, elas ficam na minha varanda, bate claridade o dia todo, mas bate vento também dia e noite, estão em vasos de plástico com furos, em pedra e casca de Pinus tratada, e um pouco de sfagnum, o que vc acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Pode ser sim por causa do excesso de vento e ser primeira floração. Se estiver também muito frio no local isso pode favorecer o aborto de flores. O cultivo está bom, não precisa mexer e pode até ser interessante cortar a haste floral fora na base com ferramenta esterilizada e passa uma canelinha em pó no corte. Esse corte vai ajudar a planta a botar folhas novas e raízes.
      Espero ter ajudado, mas tendo dúvidas é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  56. Olá sou nova aqui...porem esta de parabens sobre a materia...tenho uma phalaenopsis que ganhei no dia da mulher as flores durou quase 3 meses, só que estou estranhando porque nao vejo mudança nenhuma dela, 2 folhas já secaram, dou agua uma vez na semana, o vaso dela é trasnparente e tem bastante raiz e pouca fibra de coco, eu percebo que ela nao desenvolve, as olhas estao sempre meias molengas mesmo quando dou agua. Moro em Manaus, aqui é muito quente e a umidade é alta, nao deixo ela no sol. O que faço pra ela desenvolver? Ah vejo que as raizes dela algumas sao secas e sempre corto é isso mesmo? Se puder me ajudar fico muito feliz. Abraços...Ediane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ediane! Bem vinda e obrigado!
      Olha pode estar ocorrendo 2 coisas: uma é que o substrato já deve estar velho necessitando ser mudado, pois as Phalaenopsis são muito exigentes com a boa qualidade dos susbratos. Elas não toleram substratos ácidos e a fibra de coco não é recomendado. Os que dão melhores resultados são os a base de casca de pinus, devidamente tratada (não serve as de floricultura e lojas de jardinagem ou agropecuárias ), carvão e brita de construção, esse geralmente dá um ótimo resultado. A outra coisa é verificar se esta rega 1 vez por semana é suficiente ou está sendo pouca ou excessiva. Para verificar coloque o dedo no fundo do substrato e se ele sair úmido não precisa molhar, mas se estiver seco é hora de fazer a rega, independente do tempo que leve para secar, ou seja, secou, molhou e molhe com vontade, sem deixar água acumulada no miolo das folhas. Agora é recomendável também fazer adubações regulares. Compre o Biofert Orquídeas que é um ótimo adubo e adube semanalmente sua planta seguindo a recomendação da embalagem molhando em suas raízes.
      Uma outra dica é que quando for replantar é interessante limpar bem as raízes e deixar apenas algumas raízes vivas e depois de replantada colocar no novo substrato uma colherzinha de café de calcário dolomítico, isso ajuda a corrigir o ph do substrato e fornecer cálcio e magnésio para a planta. As dicas do replante e do jeitão do substrato e vasos se encontram bem detalhadas aqui no blog. Vale a pea a leitura e tendo mais dúvidas é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  57. Bom dia Andrew, agradeço muito seu retorno. aqui em manaus nao tem casa de campo apenas floricultura, fui e a sra me disse que devo tirar a fibra de coco e colocar arreia, terra preta(pode ser de minhoca) e pinus, to com medo dessa mistura que abafe as raizes dela e acaba morrendo de vez. Ontem olhei ela e ta saindo uma folhinha, ainda ta minuscula mas ja da pra ver. Enfim a sra me confundiu toda. Por favor me ajuda. Ganhei uma orquidea cymbidium, as folhas longas delas estao começando secar cada dia que olho é uma folha a menos...rsrs, tem umas folhas nascendo tipo uns brotinhos, mas é normal das folhas grandes secar, no vaso dela veio com terra preta e pinus...quero salvar minhas orquideas amo elas. Aguardo sua ajuda. Abraços e desde já obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. De fato, para orquídeas epífitas essa mistura com terra e húmus de minhoca não funciona bem. Sufoca e mata as raízes com o tempo. Uma ótima opção para você para as orquídeas de árvore é o cultivo em tocos ou placas de madeira, o que vai ser bem mais fácil para você conseguir. Nesse sistema você amarra suas orquídeas direto na placa de madeira ou toquinho sem nenhum substrato e só com um pouco de raiz viva. Elas nesse sistema requerem regas freqüentes e adubação adequada também e como seu clima é bem úmido é uma excelente opção de cultivo.
      Quanto ao cymbidium é uma orquídea terrestre e de clima frio. Dificilmente irá florir aí em Manaus que é calor o ano todo e quanto a folhas caindo é normal ele perder uma ou outra folha velha de bulbos antigos, mas se começar a cair muitas pode ser sinal de problema ou mesmo até bulbo apodrecendo. O Clima de Manaus não é o melhor para o cultivo dos Cymbidiuns, pois eles precisam de períodos bem frios durante o inverno para florescerem.

      Agora, como você tem dificuldade para conseguir substratos por aí as opções é pela internet memso, nos sites dos orquidários especializados. O frete pega um pouco, mas é a melhor opção.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só entrar em contato. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. Bom dia Andrew, ontem resolvi fazer uma limpa na minha Phalaenopsis, tirei toda a fibra de coco que tinha, para minha surpresa as raizes no meio algumas secas e outra apodrecidas, e a fibra estava muito umida, o que fiz: tirei toda a que tinha, cortei as raizes secas e podres, lavei bem, e coloquei nova fibra porem em quantidade menor do que tinha, deixei as raizes nao tao sufocadas como estavam, e como tava molhando uma vez por semana, sempre me baseava pela fibra que tinha por cima e dos lados, como estavam secas colocava bastante agua e deixa escorrendo, agora vou ficar monitorando ela pra não matar ela afogada.Abraços Ediane

      Excluir
    3. Olá Ediane! Bom, fez bem replantar, mas não a plante em fibra de coco não, alias a fibra de coco não presta então evite seu uso, pois ela apodrece muito rápido e fica ácido muito rápido tornando o ambiente impróprio para um bom enraizamento. O sucesso do cultivo de orquídeas de muito depende da qualidade do substrato, portanto sempre compre substratos de orquidários especializados e nunca de floriculturas ou lojas de jardinagens, pois a qualidade que eles vendem é péssima. Dê preferência aos de casca de pinus com carvão já tratado e pronto ou de macadâmia com carvão e misture um pouco de brita também e isso aí! Monitore bem sua planta e cuide bem para regar direitinho. Precisando de ajuda é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  58. Olá. minha phals soltou um keiki e ei retirei para plantar, mas esta sem raiz, o que devo fazer para brotar as raízes e não perder o broto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alessandra! Olha não é muito aconselhável remover o keike antes que ele enraize na própria planta mãe, pois a chance de pegamento diminui muito. O recomendado é esperar ele emitir de 3 a 4 raízes e quando elas estiverem por volta de 3cm se faz a retirada do keike e planta em vaso de tamanho apropriado.
      Como você já o removeu sem raíz o ideal é ir tentando forçar o enraizamento usando um enraizador, podendo ser a vitamina b1 que ajuda bastante, podendo ser o vitagold usando 2 gotas por litro, aliada a um adubo completo e que tenha micronutrientes e cálcio, sendo o Biofert Orquídeas uma boa opção e esperar e vê se ela irá responder, mas quando tiver keikes novamente o melhor é esperar enraizar na planta mãe.
      Espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. Olá Andrew, meu keike produziu 2 raízes que ainda estão com 3 cm, mas ele esta ficando desidrato murcho, coloquei ele em um vaso com casca de pinus, o que posso fazer para hidrata-la ou é assim mesmo.... ela fica fraca por causa das raízes? para enraizar eu usei o hidrofert raiz, posso continuar usando neste broto e nos outros vasos?

      Excluir
    3. Olá Alessandra Cristina! A demora em responder foi devido as férias do Orquídeas Sem Mistério, mas agora estou de volta com as atividades e as perguntas serão respondidas semanalmente.
      Keikes novos em início de enraizamento e substratos bem novos que secam rápido devem ser regados com freqüência maior e para saber o ponto de rega coloque o dedo no fundo do substrato e se sair seco é só regar. No caso dessa casca nova a rega é quase que diaria, ainda mais em dias muito secos.
      Regue com regularmente evitando deixar seca, adube com um adubo completo e balanceado e com tempo ela vai reidratar e ficar bonita.
      Espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  59. Obrigada, vou tentar salvar meu keiki bebe.... e posto aqui se der certo.... abraços... alessandra

    ResponderExcluir
  60. Olá, tenho um keike na haste principal da minha phalaenopsis que brotou em junho, ela floriu (10 flores) e agora as flores já estão começando a cair.No entanto, ele ainda não possuiu raiz. Como devo proceder? Ao cair todas as flores corto a haste do keike? deve replanta-lo só quando tiver raiz ou posso usar algum enraizador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariana! Aguarde o keike emitir raízes para fazer a remoção do keike com a haste. Por enquanto deixe como está e cuide bem da planta para acelerar o processo.
      Espero ter ajudado e precisando de mais ajuda é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  61. Olá Andrew!
    Não tenho experiência no cultivo de orquídeas, e comprei algumas Arundinas para compor o jardim que estou formando. Minha dúvida é: posso dividir as touceiras que vieram da floricultura??? Li em alguns lugares que sim (desde que cada parte divida tenha ao menos três hastes), porém em algumas floriculturas me disseram que as raízes da planta já estariam "curtidas" no vaso em que é comercializada e a divisão poderia causar um sofrimento à orquídea-bambu. Fiquei bem confusa com a divergência nas opiniões... Poderia me ajudar?!
    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dayana! Olha na maior parte das orquídeas a divisão é uma prática comum e sem grandes problemas, desde que feita de modo correto. Em arundina, por ser uma planta de crescimento rápido e relativamente sensível a replantes, por ser uma terrestre que desidrata relativamente rápido não é práticado muito o corte e divisão. Você pode utilizar em vez da divisão as mudas que saem no alto da planta, nas hastes antigas que já floriram e plantar direto no jardim ou enraiza-las em vaso primeiro e depois plantar. Elas após enraizadas tem um crescimento relativamente rápido e assim você evita o estresse nas plantas mães.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só entrar em contato novamente. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  62. Olá! Gostaria de saber o que fazer para as orquideas produzirem mais de uma haste floral, em especial as phalaenopsis. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adalgiza! A demora em responder foi devido as férias do Orquídeas Sem Mistério, mas agora com o retorno às atividades responderei semanalmente.
      Para que as Phalaenopsis ou demais produzam mais hastes e mais flores é necessário melhorar as condições de cultivo dando uma adubação completa e balanceada e regular, um ambiente com umidade luminosidade e ventilação adequada, regas adequadas conforme a necessidade e substratos de qualidade que garantam boa fixação, ventilação e drenagem, condições essenciais para bom crescimento de raízes e no caso das Phalaenopsis além de tudo isso é indicado o corte total da haste antiga das flores por volta de Setembro/Outubro para que a planta emita mais folhas e folhas maiores para garantir melhor absorção de adubos e fabricação do seu alimento para que na próxima temporada as hastes venham mais fortes e vistosas.
      Espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só perguntar e busque sempre muita informação para aprimorar bem o cultivo.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  63. Bom dia, preciso de sua ajuda, fui transplantar minha Dendobriun Nobile e o galho novo saiu sem raiz, como posso salvá-la ?
    Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! se no caso o que quebrou foi um broto novo em crescimento e imaturo , infelizmente é um broto perdido, mas se quebrou um bulbo maduro sem folhas você pode deixar ele encostado em uma caminha de areia em locla com boa luminosidade, mas protegido da chuva que com o tempo ele emitirá brotos que quando enraizarem pode ser destacados e plantados separadamente.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só perguntar.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  64. Bom dia, preciso de sua ajuda, fui transplantar minha Dendobriun Nobile e o galho novo saiu sem raiz, como posso salvá-la ?
    Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  65. Boa noite,
    Preciso de uma ajudinha. Meu marido me deu uma orquídea Phalaenopsis há uma semana e ela ficou um em lugar não muito iluminado. A terra estava úmida então esperei 3 dias para a rega, e mesmo depois de 3 dias não coloquei muita água. Passado 2 dias, uma das folhas começou a ficar bem úmida, então mudei ela para perto da janela, onde ela está há 2 dias e infelizmente a folha ficou ainda mais aguada. Nunca vi isso, é muito estranho e não encontrei nenhuma informação na internet a respeito. Será que você poderia me ajudar? Acabei de checar a terra (tirei o vaso transparente que fica dentro do de cerâmica e ela visivelmente não está encharcada nem nada parecido. Será que é algum tipo de doença?
    Obrigada desde já,
    Mirella;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mirella! Quando a folha fica com aspecto de encharcado e mole é porque está com a podridão bacteriana, que é a principal doença das Phalaenopsis e o melhor a fazer é cortar fora toda a folha afetada com uma ferramenta esterilizada e depois passar canela em pó no corte.
      Verifique também se o substrato(terra) em que ela está não está muito velho prejudicando as raízes e se Não é composto de musgo(sfagnum) ou fibra de coco e caso sim é recomendado fazer o replante, limpando todas as raízes removendo todas as mortas e colocando um substrato novo bem drenado e ventilado próprio para orquídeas. Não serve terra nem substratos comprados em floriculturas ou lojas de Jardinagem, apenas em Orquidários comerciais.
      Procure também utilizar um bom adubo para fortalecer a planta, podendo ser o Biofert Orquídeas oi o Forth Orquídeas Manutenção.
      Mantenha em local bem ventilado e bem iluminado, mas protegido do sol direto e regue sempre que estiver seco. Evite, no entanto, molhar o miolo das folhas.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  66. Boa noite,
    Comprei uma phalaenopsis para minha esposa com duas hastes bem floridas que duraram uns dois meses até cairem completamente. Em uma das hastes a ponta secou e cortei a outra saiu um pequeno broto que está paralisado. Passaram três meses e duas folhas amarelaram, então minha esposa fez o replante com novo substrato, mas as hastes continuam do mesmo jeito que estar. Há dois dias fiz novamente o replante e as raízes estavam apodrecendo, então cortei algumas que estavam fofas e deixei as internas. Será que há solução? Se houver devo cortar as hastes para melhorar o desempenho? Se eu cortasse todas as raízes sem deixar as internas a mesma ficaria sem nada.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Quando for fazer o replante das Phalaenopsis sempre faça uma boa limpeza das raízes com ferramenta esterilizada tirando todas as raízes mortas deixando as q estão boas e replantando em um substrato bem drenado e de qualidade. O corte da haste floral na base pode ajudar a fortalecer a planta, pois ela vai direcionar sua energia para o enraizamento e emissão de novas folhas. Use um bom adubo completo e balanceado para orquídeas para que a planta se recupere e desenvolva bem e tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  67. Olá, boa noite!
    Tenho muitas dúvidas sobre a reprodução das Phalaenopsis, as minhas sempre florem mas não soltam os keikes, existe alguma maneira de forçar sua reprodução? Hoje cortei a haste de uma de minha orquídea que terminou a flora, fiz aquele esquema que você explicou sobre dividir essa haste próximo aos nós, como foi dito que seria interessante usar areia grossa lavada, optei por usar perlita que a granulação é mais grossa e é mais limpa do que areia, no entanto, gostaria de saber se existem mais formas de obter exito na reprodução desta espécie, desde ja agradeço a atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Casper! Olha não é comum mesmo elas darem keikes após floração, na verdade é muito relativo isto, porque envolve a questão também da genética dos híbridos pois dependendo quais são os cruzamentos a planta terá mais ou menos facilidade de emitir keikes, de acordo com as espécies usadas.
      Geralmente todas as medidas existentes para induzir formação de keikes tem sua eficiência muito baixa e em cultivo comercial nem é utilizado pois com a meristemagem se consegue um resultado mil vezes melhor e eficiente. O fato é que as vezes em condições de menos luminosidade e um pouco mais de calor pode ocorrer de emitir keikes em hastes mas também não é garantido. Existe ainda a opção do uso de hormônios que estimulam brotação, porém esses produtos são caros e mais restritos.
      Algumas Phalaenopsis, como falei, tem mais facilidade de emitir keikes ou brotos laterais que outros, alguns híbridos amarelos e pintalgados por exemplo. As Phalaenopsis lueddemanniana, que é uma espécie é um exemplo bom de planta que emite keike com naturalidade nas pontas de suas hastes formando belas redes de Phalaenopsis. Os híbridos de Miniphalaenopsis também parecem ser mais fáceis que outros para emitir keikes, pois levam muitas vezes Doritis em sua genealogia que são plantas que entouceiram bastantem.
      Bom, espero ter conseguido esclarecer, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato novamente.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  68. Olá! Estou com uma das minhas mini phalaenopsis que deu uma haste floral muito curta e com os botões meio deformados. Tenho ela a 5 anos e sempre floresceu diretinho! Você já viu isso? Tem idéia do que pode ter ocorrido? Obrigadaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza. Pode ter sido uma deformação momentânea na formação da haste floral que pode ter ocorrido por vários motivos, mas diante disso verifique como está a qualidade do substrato da planta, e se for necessário no próximo verão efetue a troca e veja se não tem pragas atacando a planta.
      Qualquer dúvida é só entrar em contato.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  69. Olá! Minha orquídea phaleanopsis está com as raízes debilitadas,quase não tem raízes,mas mesmo assim soltou na haste com vários botões florais e um keiki.
    Estou com dó de cortar. Não sei ao certo o que devo fazer, pois temo em está matando a plantinha deixando ela florir.
    O que devo fazer??? Me ajude por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lilia Realmente manter a floração em uma planta debilitada pode prejudicar ainda mais ela, porém se a planta estiver bem hidratada e as poucas raízes estiverem viva ela deve conseguir se manter. Se o substrato estiver muito velho e demorando demais a secar você pode fazer furos nas laterais do vaso que vão melhorar a ventilação garantindo a sobrevivencia das raízes e dando sobrevida ao substrato até chegar o momento de replante, porém assim que o tempo começar a esquentar, lá para outubro você já pode fazer o replante para um substrato novo e apropriado para orquídeas e é recomendado fazer o corte da haste antes do replante para a planta se concentrar em recuperar.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo dúvidas é só entrar em contato.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  70. Olá, muito interessante o seu Blog, parabéns. Gostaria de tirar uma dúvida: Me falaram que dá pra usar um material que chamam de terra vegetal ou terra orgânica, (isso é retirado do chão da mata e vem terra misturado com folhas e outros materiais em decomposição), isso seria colocado no lugar do esfagno. Será que a planta aceitaria? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Terra vegetal ou terra adubada só é recomendado para as orquídeas terrestres, sendo desaconselhado para as demais que vegetam em árvores. Os substratos mais usados são os a base de casca de pinus tratada ou macadamia tratada e outras cascas, carvão vegetal e brita de construção sendo que a grossura dos pedaços depende da grossura das raízes. Esses materiais sim são mais indicados para o cultivo de orquídea, além do próprio sfagnum dependendo de onde se cultiva.

      Excluir
  71. Boa noite,gostaria de saber se eh normal uma phal emitir outras hastes florais na haste principal.
    Obrigado desde ja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ademir! sim é normal sim e depende muito do híbrido e do que entrou no cruzamento. Algumas Phals por natureza possuem hastes bem ramificadas, já outras nem tanto.

      Excluir
  72. Ola' Andrew!!
    Parabens pelo blog...adoro!
    Minha duvida e que meu keike não tem nenhuma raiz, e ja esta com duas astes florindo...
    Como devo proceder?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Por enquanto não mecha no keike deixe ele florescer normalmente e aguarde o enraizamento para que possa remove-lo com segurança.

      Excluir
  73. Oi Andrew. Td bem? Tenho duas phals há mais de dois anos e infelizmente não tenho conseguido mante-las saudáveis mas me recuso a joga-las fora. Ambas estão com as folhas moles e enrrugadas e bem poucas raízes. Uma delas tem 3 raízes de menos de 2 cm cada, e a outra tem apenas uma com cerca de 10 cm. Todas, no entanto, estão verdinhas com cara de saudável. Troquei o substrato delas essa semana. Coloquei brita no fundo e casca de pinus polida (depois de deixa-la de molho na água sanitária e enxagua-la bem) no vaso e coloquei as orquídeas com um tutorial. Também coloquei fertilizante foliar para raiz e fertilizante para orquídeas. Moro em Curitiba portanto oo clima não eh muito quente. Normalmente rego uma vez por semana. Tem alguma dica pra me dar? Parabéns pelo seu cuidado e atenção com seus seguidores!!!!! Att Jenifer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jenifer! Realmente curitiba não é o melhor local para Phalaenopsis, embora este ano esteja melhor o clima para elas em sua região, mas mesmo assim muita gente cultiva com sucesso em sua cidade.
      Olha o que pode está acontecendo é a falta de rega em sua planta. Pode ser que 1 vez por semana seja insuficiente.
      Para saber o ponto certo de rega verifique a umidade enfiando o dedo até o fundo, ou observando, no caso de vaso transparente se o interior está suando. QUando o dedo sair úmido ou ainda estiver suado no interior não precisa molhar, mas se o dedo sair seco ou já não se nota umidade dentro é hora de molhar e deve-se molhar com vontade mesmo até escorrer a água. A rega é sempre feita de acordo com o tempo que leva para secar, fazendo isso você deve conseguir mante-la mais hidratada e com um desenvolvimento melhor.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  74. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  75. Prezado Andrew, primeiramente o parabenizo pelo blog e pelas dicas que realmente são boas e confiáveis.
    Estou com duas dúvidas.
    A primeira é sobre uma mini Phalaenopsis em que a haste floral não saiu da axila de uma folha mais baixa, mas sim do ápice da planta, enquanto a haste antiga ainda estava viva e entraram as duas em floração. No final acho que cometi uma bobagem e houve um abortamento geral. Só vingou uma flor da tal haste estranha. O que devo fazer quando a flor cair? Corto a haste como normalmente faço com as normais?
    A segunda dúvida é sobre uma Phalaenopsis que definhou quando estava em floração e eu abortei para tentar salvar. Hoje ela está moribunda com apenas uma folha amarela, mas ainda tem umas 5 raizes verdes e aparentemente saudaveis. Como moro em região fria coloquei ela num banheiro claro para aproveitar a umidade relativa. Acha que dá para salvar?
    Abraço.
    Ruy (Poços de Caldas/MG )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ruy! É é um caso raro este seu, não é nada comum a gema apical se diferenciar e se transformar em haste, mas como sua região é fria e o gatilho que estimula a diferenciação floral nas Phals é o clima ameno isso poderia explicar essa diferenciação mais extrema. O problema é que como foi a gema apical diferenciada e ainda ocorreu problemas aí a planta provavelmente irá com o tempo emitir uma brotação lateral e para isso o calor acima de 20 graus é fundamental então se o banheiro é bem iluminado tem bastante umidade e é quente aí você tem maior chance de recuperação. A outra quando ocorre esses problemas pode até salvar, mas não é fácil. Se mesmo as folhas cairem o caule estiver bom e tiver gema viável e o ambiente for favorável então pode até ser que saia uma brotação lateral, mas as chances não são altas. Continue cuidando dela normalmente e com sorte pode sair uma brotação.

      Quanto a outra ccorte a haste normalmente e aguarde a brotação lateral.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo mais dúvida é só perguntar.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. Muito obrigado.

      Excluir
    3. Minha phalaenopsis esta sem raiz!
      Como proceder nesse caso?

      Excluir
    4. Eva, provavelmente sua planta precisa de replante pelo fato do substrato está muito velho. Proceda o replante em um substrato de qualidade e faça os cuidados adequados do cultivo para a sua recuperação.

      Excluir
  76. Boa Noite Andrew

    Minha orquidea após a florada começou a ficar com a haste seca, com uma coloração acastanhada, como se estivesse secando, entre o segundo e o terceiro nó. Como devo proceder neste caso, qual a melhor maneira de recuperar a orquidea e deixar ela preparada para a proxima florada? Parabens pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Danieli! Se a sua planta é uma Phalaenopsis e a haste floral está secando, o que é normal corte essa haste em sua base, usando ferramenta esterilizada e canela em pó no corte e aí cuide de sua planta normalmente com regas adequadas e um bom ambiente e uma boa adubação, para que na próxima temporada ela esteja forte e emita novas hastes.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  77. kkk tem um monte dessas plantas onde eu moro zona de transição da mata atlântica não sabia que são orquídeas ia pegar algumas para por em vasos mas não me arrisco a subir obrigado pelas informações

    ResponderExcluir
  78. como induzir a phalaenopsis a dar mudas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitória Deitar em um recipiente com umidade controlada usando areia ou sfagnum como substrato podem ajudar a induzir a formação de mudas, porém a eficiência desse método é ainda bastante baixa. Tem também a questão da genética da planta, sendo que algumas Phalaenopsis emitem mudas nas hastes mais fáceis que outras e o fator temperatura e luminosidade também influencia. Locais mais quentes ajudam a formar mudas nas hastes também, mas tudo isso é relativo sem certeza de êxito.

      Excluir
  79. boa noite vi metodos de colocar a haste no copo com água tipo fazemos com violeta e ela brota.nao fiz ainda mas vi vários brotos assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Esses são pouco eficientes, geralmente a haste apodrece antes de brotar. Para violetas realmente funciona muito bem, mas para hastes de Phalaenopsis é pouco eficiente.

      Excluir
  80. Andrew, muito bom seu blog, estou aprendendo bastante sobre as orquídeas. Hoje pude entender porque algumas de minhas phalaenospis estão com folhas enrugadas, deve ser falta de água. Eu estava molhando somente uma vez pos semana. No inverno estavam bonitas, agora que esquentou aqui no RS, estão desidratando. Posso deixá-las no mesmo substrato e regá-las mais seguido, ou preciso mudá-las, não faz muito que mudei as mesmas. Abraço, Simone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone! Realmente as Phalaenopsis perdem água e desidratam com bastante facilidade. Olha verifique sempre a umidade do substrato enfiando o dedo até o fundo e vendo se está úmido. Se estiver não precisa molhar, mas se estiver seco deve molhar e quanto ao substrato se notar que ele está muito velho agora quando entrar o verão faça o replante.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  81. Andrew, muito bom seu blog, estou aprendendo bastante sobre as orquídeas. Hoje pude entender porque algumas de minhas phalaenospis estão com folhas enrugadas, deve ser falta de água. Eu estava molhando somente uma vez por semana. No inverno estavam bonitas, agora que esquentou aqui no RS, estão desidratando. Posso deixá-las no mesmo substrato e regá-las mais seguido, ou preciso mudá-las, não faz muito que mudei as mesmas. Abraço, Simone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone! Realmente as Phalaenopsis perdem água e desidratam com bastante facilidade. Olha verifique sempre a umidade do substrato enfiando o dedo até o fundo e vendo se está úmido. Se estiver não precisa molhar, mas se estiver seco deve molhar e quanto ao substrato se notar que ele está muito velho agora quando entrar o verão faça o replante.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  82. Achei uns mini mosquitinhos num cachepô com orquidea, como devo proceder? Isso é praga? Já lavei as raízes e o cachepô com água sanitária, e replantei em outro cachepô. O que faço? Pois tem outro cachepô do mesmo jeito. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leonor! Esses mosquitinhos podem ser a mosquinha fungus gnats q pode até ser uma praga em potencial, mas geralmente não causa problemas. Está muito associada a uso de adubos orgânicos, pois ela se alimenta e coloca seus ovos na matéria orgânica em decomposição. Para acabar com elas pode-se usar o inseticida biológico chamado dimypel a base de bacillus thurigiensis e fazer algumas aplicações semanais para matar as larvas dela e assim você controla os adultos também. Cartelas adesivas de cor amarela também são bem eficientes para capturar esses mosquitinhos e outros insetos que podem ser pragas. Essas armadilhas se acham em sites de orquidários comerciais ou lojas de produtos agropecuárias.

      Excluir
  83. Olá Andrew! Adquiri uma mini phalenopsis e ela não estava legal... aconteceu o que parece ser comum... o vasinho estava cheio de esfagno compactado e as raízes apodreceram... não sobrou uma só raiz... está com duas folhas murchando... Amarrei-a junto a um pedaço de carvão e borrifo água na base dela quase todo dia... ontem coloquei-a sobre um copo com água para manter certa umidade... o clima aqui é quente (nordeste). Ela não pega sol direto, apenas claridade da luz solar pela manhã. O que você sugere que seja feito? ou já era?
    Ah, pulverizei tiamina também ontem, dizem ter efeito enraizador...
    Desde já agradeço a atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Olha se ela ainda tem folhas, o caule está bom e você está conseguindo manter ela assim sem desidratar mais continue tentando, continue dando estímulo para enraizamento com um bom adubo e pode usar também a tiamina, podendo ser o vitagold em torno de 10 gotas por litro. Sugiro também dá algumas olhadas no youtube e dentro do meu canal(Plantas Sem Mistério) você verá um canal que sigo que é Orquídeas da Carla ou algo assim e lá nesse canal dela tem um vídeo ensinando uma maneira de cultivo em semi hidroponia feita com garrafa pet, ótimo para quem tem pouco tempo para molhar, ambiente seco e funciona bem para Phalaenopsi e pode ser útil para tentar salvar essa sua.

      Excluir
    2. Obrigada! Vou tentar...
      Qual o intervalo entre aplicações do enraizador e do adubo que você recomendaria p ela?

      Excluir
    3. Olá Lina! Depende do enraizador. Se o enraizador que está usando for um adubo, aí pelo menos 1 semana entre 1 e outro, agora se for Vitamina b1 ou mesmo hormônio aí dá para usar em um intervalo menor de tempo.

      Excluir
  84. Olá!
    Primeiramente gostaria de parabenizar pelo belíssimo post.
    Comprei algumas Phalaenopsis. Elas estavam muito bonitas. Como na minha casa tem muitas árvores, resolvi colocá-las nos troncos. Elas estão na sombra e pegam o mínimo de sol por dia. No entanto, as folhas estão ficando murchas e a coloração verde-escuro. As flores também estão murchas. Como pensei que elas estavam desidratadas. Coloquei musgo junto das raízes e tenho regado diariamente, mas não tem resolvido o problema. O que pode estar ocorrendo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cleber!! Olha essa desidratação pode está ocorrendo pelo fato do seu ambiente está muito seco, dependendo do local isso pode realmente acontecer e ter colocado um pouco de sfagnum e regando ajuda a minimizar esse problema, mas isso só melhora mesmo quando começar a chover mesmo aí ela volta ao normal. As Phalaenopsis são muito sensíveis a umidade baixa, pois são plantas de matas fechadas em que a umidade sempre é alta e elas desidratam com muita facilidade, mas também recuperam com facilidade então continue cuidando, agora elas precisam de boa claridade, pois se o ambiente é escuro demais elas podem não florescer. O sol não, mas bastante luz é fundamental para ela desenvolver bem.

      Excluir
  85. Quantos meses demorou para as Phalaenopsis começarem a aparecer e até estar pronta para para o plantio??
    Eles enquanto na estufa precisa de muita luz ou pouco??

    ResponderExcluir
  86. Boa noite, Eng.Andrew; sempre leio suas explicações sobre as orquídeas. Sobre a orquídea Phalaenopsis, tenho dificuldade em mantê-las vivas, pois depois de um ano e meio, começam a morrer. Fazer mudas é muito difícil, e depois de quatro florações, começam a morrer e não adianta colocar adubos ou mudar de vasos. Gostaria de sua explicação. obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Então Phalaenopsis são realmente um pouco mais sensíveis, mas não são difíceis de manter por vários anos. Uma maneira bem simples é o cultivo em árvore onde realmente elas ficam lindas. Agora em vasos elas são plantas que se desgastam com facilidade, portanto não é recomendado que deixe elas florindo em demasia, pois isso pode deixar elas muito fracas e assim diminuir seu tempo de vida. É bem interessante tentar estabelecer um período de recuperação para ela onde costuma-se fazer replante, caso o substrato esteja ruim e dar condições para que ela coloque novas folhas e raízes sem uma haste floral e flores para sugar sua energia e geralmente isso é feito na primavera e verão, que é a época natural de desenvolvimento delas e se respeitar essa época sem forçar ela demais com florações a planta fica bem mais forte e assim as próximas floradas virão mais bonitas e seu tempo de vida também será bem maior e aliado a tudo isso uma adubação completa e balanceada e muito cuidado com as regas e com as pragas e doenças, portanto sempre observar muito bem!

      Excluir
  87. Gostaria de saber se a Phalaenopsis floresce o ano inteiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim podem florescer o ano todo sim com os cuidados certos.

      Excluir
  88. Boa noite, comecei a ter orquideas por agora tenho 15 vasos lindos que plantei algumas. ontem ganhei uma orquidea na cor rosa escuros do duas hastes e varios botões de flores. as raizes estão verdinhas e forte quql q frequencia a para regar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Para regar basta verificar a umidade do substrato. Enfie o dedo e se ele sair seco pode molhar, se estiver úmido não precisa molhar. Agora o tempo de secagem pode variar de acordo com o substrato e sua idade, o local em que cultiva e o clima, ou seja, secou molhou.

      Excluir
  89. Olá boa noite ganhei de presente uma orquidea phanaelopsis ela veio com duas folhas já cortadas e depois de 2 dias as folhas começaram a ficarem todas amareladas no dia seguinte apareceu 2 bolas pretas no centro da folha da phanaelopsis fiquei preocupada apliquei bastante canela em pó no local mas de nada adiantou comecou das pontas das folhas uma espécie de uma camada gelatinosa na porta tá das folhas indo para o centro da folha o que seria estou muito preocupada o que eu poderia fazer para resolver o real problema desde já agradeço muito já a phanaelopsis da minha mãe ficou no sol e queimou um pouco as folhas que tipo de tratamento eu deveria fazer nela para não ter eventuais problemas no futuro agradeço muito se alguém puder me ajudar com estes problemas desde já agradeço muito obrigada uma boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Isso que ocorreu nestas Phals foram a podridão bacteriana e quando ela ataca é bem difícil o seu controle. Ela é bem agressiva e espalha rápido. Melhor coisa a fazer é isolar a planta e remover todas as partes afetadas com ferramenta esterilizada e passar canela em pó nos cortes ou calda bordalesa e mesmo assim não é garantida. Em relação a planta queimada é tirar do sol e evitar respingos de água nos ferimentos causados pela queimadura. Aplicar calda bordalesa pode ajudar a previnir entrada de problemas e sempre usar ferramenta esterilizada ao fazer qualquer procedimento e também esterilizar novamente após usar em uma planta.

      Excluir