-->

Leia antes de iniciar a a leitura no Orquídeas Sem Mistério!

Tutorial do Blog Orquídeas Sem Mistério.

Olá Pessoal!! Estou agora atualizando o Tutorial deste blog, uma vez que ocorreram algumas mudanças em sua funcionalidade tornando o mais pr...

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Tópicos em nutrição de Orquídeas

Olá pessoal! venho aqui agora para uma postagem complementar ao tema adubação em que basicamente será destinada a falar sobre recomendações prontas já existentes no meio orquidófilo e orquidólogo que funcionam muito bem para orquídeas, umas bem empíricas e outras mais elaboradas como a já mencionada do B&G na postagem sobre adubação. A idéia dos tópicos é exatamente essa: ser algo mais curto e direto sendo prático complementando o embasamento feito sobre o assunto adubação feito na postagem mencionada a cima. Para quem está vendo direto esta postagem sugiro que leia primeiramente a postagem sobre o tema adubação que pode ser acessada aqui.

Então pessoal, para começar vamos falar um pouco dos tipos de adubos mais comumente utilizados nas nossas orquídeas de maneira mais generalizada e depois será passada algumas recomendações gerais que já estão circulando no meio orquidófilo a bastante tempo.

Os adubos podem ser divididos basicamente nos orgânicos e os minerais sendo que entre os minerais encontramos usados com maior freqüência os NPKs e os multiminerais. Entre os NPKs os mais usuais para orquídeas são os conhecidos plant prod e peters que existem em algumas fórmulas NPK padrão e possuem também outros elementos importantes para as plantas. Existem outras marcas como o Forth orquídeas e outros NPK também utilizados com freqüência mas o que todos devem ter em comum antes de escolher este tipo de formulação é que devem ser para usar na fórmula líquida dissolvidos e bem diluído para evitar problemas de intoxicação por excesso de sais. Entre os multinutrientes podemos citar o B&G orquídeas, o Biofert Orquídeas o próprio forth orquídeas dentre outros.

Segue agora foto de alguns destes adubos minerais:




















OBS 1: todas estas formulações NPK ou multiminerais formulados para orquídeas são adubos solúveis de liberação rápida. Adubos granulados para usar de forma sólida não devem ser utilizados jamais, apenas os solúveis!

Existe ainda uma outra classe de adubos minerais que são os encapsulados de liberação lenta, sendo o mais conhecido o osmocote que basicamente é um NPK enriquecido com alguns outros elementos. Este tipo existem vários tipos de acordo com o tempo de liberação.
Segue agora foto do osmocote:





Entre os adubos orgânicos podemos citar os mais simples e os fermentados. Dentre os simples mais utilizados estão a torta de mamona, a farinha de osso, o viagra e o composto orgânico. Entre os fermentados estão os bokashis. Segue agora fotos destes adubos mais orgânicos:

torta de mamona


farinha de osso

Farinha de Ostra



viagra


Bokashi

Bokashi líquido


salva vidas


Todas as fotos foram retiradas do Google Imagens.

OBS 2:  os adubos orgânicos são adubos de liberação lenta necessitando de ação de microorganismos presente nos substratos para mineralização e solubilização destes adubos e a sua composição pode ser bastante variada variando muito os teores de todos os nutrientes de adubo para adubos. Alguns devem ser usados com mais cuidados e outros são mais tranquilos. Alguns são líquidos e a maioria é sólido Em geral os adubos orgânicos são adubos completos ou quase completos em termos nutricionais para as orquídeas.

Agora vamos iniciar a parte das recomendações utilizadas no meio orquidófilo:
Para iniciar as recomendações apenas um pequeno lembrete que é em relação as tradicionais fórmulas NPKs. NPK significa Nitrogênio (N) Fósforo (P) e Potássio (K), que são os 3 elementos mais utilizados pelas plantas, chamados assim de macronutrientes primários e por essa razão a maior parte dos adubos é desenvolvida em função destes 3 elementos, mas para as plantas desenvolvem necessitam de todos os demais nutrientes, sendo os macronutrientes secundários e os micronutrientes, tanto que as fórmulas mais atuais se preocupam em ter nas fórmulas estes minerais. No caso dos NPK quando temos uma fórmula balanceada como: 10 10 10 ou 20 20 20, ou 14 14 14 dizemos ser uma fórmula para manutenção, que em geral são as formulações que devem ser usadas para todas as fases da planta, exceto na fase de dormência, para as que entram em dormência perdendo todas as folhas. Estes são os adubos mais fáceis de utilizar e que costumam ter ótimos resultados desde que usados de forma adequada. Existem as fórmulas mais concentradas em fósforo (P) que são ditas para floração mas na prática o seu uso em orquídea não possui efeitos tão significativos assim, embora possam ser usadas para alguns fins como estimular enraizamento ou em algumas espécies como Vandáceas a floração.
Existem ainda fórmulas especiais sem fósforo ou com mínimo de fósforo, mas que contenham cálcio, pois em fórmulas antigas não quelatizadas o fósforo reage com o cálcio e fica altamente insolúvel dificultando a aplicação do adubo, problema que não ocorre ou ocorre bem menos nas fórmulas multiminerais quelatizadas.

Conhecendo algumas fórmulas básicas vamos as recomendações existentes:

Recomendação 1: Peters ou plant prod 20 20 20 ou hydrofert Orquídeas manutenção ou Forth Orquídeas manutenção. + adubo Orgânico bokashi, viagra ou B&G Orgânico.

para esta recomendação se usa em geral 1a 2g por litro do adubo peters ou plant prod 20 20 20 semanalmente ou quinzenalmente pulverizando a planta toda principalmente a raíz e de 3 em 3 meses ou 2 em 2 meses se complementa com 1 colherzinha rasa de adubo orgânico bokashi ou viagra ou B&G orgânico no canto do vaso evitando contato direto com as raízes. No caso o adubo orgânico nesta recomendação irá complementar o cálcio e os demais elementos que faltam no peters ou plant prod e o peters e o plant prod fornecerá de forma contínua os 3 elementos mais importantes fora outros.

Recomendação 2:  Biofert Orquídeas:

usar semanal ou quinzenal na dosagem recomendada pelo fabricante.

Recomendação 3:  Biofert Orquídeas + adubo Orgânico Bokashi, viagra ou BeG Orgânico:
Usar biofert Orquídeas semanal ou quinzenal de acordo com a recomendação do fabricante + adubo orgânico bokashi, viagra ou BeG Orgânico 1 colherzinha rasa de 3 em 3 meses ou de 2 em 2 meses.

Recomendação 4: B&G Orquídeas:

Usar 10g de B&G Orquídeas Multinutriente para cada 100 plantas diluindo em quantidade de água suficiente para aplicar em todas sem sobrar e sem faltar. Aplicar semanalmente principalmente nas raízes das plantas.

Recomendação 5:  BeG Orquídeas + Adubo Orgânico bokashi, viagra ou BeG orgânico:
Usar 10g de BeG Orquídeas Multinutriente para cada 100 plantas diluindo em quantidade de água suficiente para aplicar em todas sem sobrar e sem faltar. Aplicar semanalmente principalmente nas raízes das plantas. Usar  adubo orgânico bokashi, viagra ou BeG Orgânico 1 colherzinha rasa de 3 em 3 meses ou de 2 em 2 meses.

Recomendação 6:  Bokashi ou BeG Orgânico( recomendação para quem tem pouco tempo ) :
usar bokashi ou BeG Orgânico 1 colherzinha rasa de 3 em 3 meses ou de 2 em 2 meses.

Recomendação 7:  Osmocote + Adubo Orgânico Bokashi, viagra ou BeG Orgânico Recomendação para quem tem pouco tempo):

usar algumas bolinhas de osmocote de acordo com o tempo de liberação descrito na embalagem no canto do vaso longe das raízes e Usar  adubo orgânico bokashi, viagra ou B&G Orgânico 1 colherzinha rasa de 3 em 3 meses ou de 2 em 2 meses. O adubo orgânico neste caso fará a complementação do cálcio e outros elementos que não existem no osmocote.

Recomendação 8: B&G orquídeas ou Biofert Orquídeas + Peters ou Plant Prod 15 30 15 ou Hydrofert floracão ou Forth floração (para Vandas ):

Usar B&G Orquídeas 10g para cada 100 plantas em dissolvido em água suficiente para aplicar em todas sem sobrar ou faltar ou Biofert Orquídeas de acordo com a recomendação do fabricante intercalando com o Peters ou Plant Prod 15 30 15 ou Hidrofert floracão ou Forth floração usando 1g por litro de água. Uma semana utilizar B&G ou Biofert e na outra utilizar o Peters ou Plant Prod 15 30 15 ou Hidrofert floracão ou Forth floração. Recomendação exclusiva para vandas e afins.

Uso da torta de mamona e farinha de osso:

a torta de mamona por ter uma quantidade significativa de N e a farinha de osso de Ca podem ser usadas desde que se tome alguns cuidados e não esteja usando mais nenhum outro adubo orgânico junto. Elas podem ser usadas a qualquer recomendação que não contenha uso de adubo orgânico sendo seu uso principalmente na fase de brotação da planta fazendo uma mistura de 9 partes de torta de mamona para 1 de farinha de osso e então colocar uma colherzinha de café bem rasa no canto do vaso longe das raízes ou sem saches de TNT ou tecido permeável e molhae em seguida. Recomendada principalmente para fase de brotações.

Pessoal essas são algumas das recomendações básicas existentes podendo existir muitas outras mais que funcionam bem e que claro quem tiver uma outra boa recomendação e queira compartilhar com todos é só postar em comentário que depois posso adicionar ela a lista das recomendações da postagem.
Podem também existir recomendações de precisão que em geral são calculadas de acordo com os tipos de adubo que a pessoa vai utilizar, um parâmetro para comparação que em geral se utiliza algum trabalho científico ou recomendação devidamente testada e comprovada eficiente e assim calculada a quantidade de adubo a ser usada em relação ao número de plantas que a pessoa tem em média.

OBS 3: evitem ou nunca misturem as recomendações de adubações, porque isto pode levar a excesso de adubação o que pode ocasionar intoxicação severa na planta podendo levar até a morte. Lembrem sempre que as adubações com adubos minerais são sempre bem diluídas e quanto mais diluída e mais homeopática for a adubação melhor são os resultados e mais difícil é a chance de ocorrer excessos.

Bom pessoal espero que esta postagem ajude muitas pessoas, mas como já falei no início não deixem de ler a primeira matéria sobre adubação para que possam assim ter uma maior consciência do que estão fazendo.

Termino esta postagem colocando alguns links que falam e mostram algum destes adubos mencionados e caso alguem tenha mais adubos para mencionar e recomendações interessantes é só deixar em comentário certo? Até a próxima pessoal!!

Peters

Plant Prod

B&G Orquídeas

Forth Orquídeas

Hydrofert Orquídeas

Biofert Orquídeas

Torta de mamona

Composição mineral de fosfatos, calcário e farinha de ossos usados na Agropecuária Brasileira

Bokashi


81 comentários:

  1. quem usa peter depois de fazer 4 adubação deve molhar bem a planta só com água para retirar os sais.
    usei 6 vezes seguida na phalaenopsis e queimou as raízes e alterou o ph do substrato.
    Andrew pó de ovo pode ser usado para suprir cálcio?

    obrigado pela matéria ANDREW

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Jefferson pode ser sim, depois de devidamente torrada seca e moida. Dá um bocado de trabalho mas ela é rica em cálcio. De fato deve-se fazer lavagens regulares de substrato, não só para o peters, mas para todo tipo de adubação, até os orgânicos pq com o tempo ele vai mineralizando e os minerais podem também se depositar ao longo do substrato. Essa foi uma boa lembrada que é bom que ajuda a complementar esta postagem que é bem aberta onde muitas outras recomendações e produtos podem ser anexados a postagem. Abração Jfferson e qualquer outra dúvida é só entrar em contato!

      Excluir
  2. Acho que matei minhas plantas por excesso de adubo, agora uso bokashi. E as q estão amarradas em pinos ou casca uso Peters granulado.è claro diluído.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o excesso é ainda pior que a falta. o mais importante é sempre o uso de adubos completos e balanceados com todos os elementos nas dosagens corretas e uso mínimo diluido e de forma mais constante, assim evitando os excessos.

      Excluir
  3. Leandro

    Na recomendação 5: Fala para usar uma colherzinha rasa de bokashi, é uma colher se sopa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pode ser uma colher de sopa rasa sim. Tem gente que usa de sopa, tem gente que usa de café, vai depender também do tamanho do vaso, ou se irá usar sache ou não.

      Excluir
  4. Andrew,
    Há um outro detalhe que ainda é motivo de dúvida para muitos. Sabe-se que é bom aplicar os fertilizantes no substrato ligeira mente umedecido, uma vez que se aplicarmos no substrato muito seco, o fertilizante escorre e se perde com mais facilidade.
    Qual a melhor forma para fazer isto?
    Regar as plantas antecipadamente (24 h. antes da adubação) ou logo antes da adubação?
    Fazer uma rega abundante ou não?
    Outro tema bastante controverso é a aplicação de aminoácidos (Aminon, Bayfolan, Flower, Agi-No-Moto, etc.).
    As orquídeas têm capacidade para absorvê-los diretamente?
    Existe alguma vantagem nisto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduardo! Sim essa é uma questão importante e muio contraditória, mesmo entre os Eng. Agrônomos não existe consenso, mas o que a maior parte fala e eu também acredito e sigo é que realmente é melhor molhar antes da adubação para que o substrato se encontre úmido e também as raízes. As vantagens do substrato e raízes úmidas no caso é que para que o adubo seja transportado e absorvido pelas raízes é necessário que se tenha água livre no meio pois, primeiramente o adubo entra de forma passiva na planta, pelo fluxo de massa ou por difusão, como é o caso do fósforo e só então que ele já nas camadas mais internas da raíz começa a ser transportado de forma mais ativa, para alguns e em fim cai no xilema da planta e é distribuido para todo vegetal, mas para que tudo isso ocorra e não ocorra o efeito de salinidade é preciso ter água no meio e a raíz úmida facilita a dissolução do adubo e transporte. Fora que, como você falou com o substrato já umidecido evita a perda excessiva do adubo por ele escorrer por algum canal pelo substrato.
      Quanto ao período você pode regar algumas horas antes da adubação, não precisa ser 24h, apenas 1h antes ou um pouco mais é suficiente.

      Quanto a Aminoácidos também existe muito falatório e pouca coisa concreta, mas sim é possível que elas conseguem absorver sim, mas provavelmente a maior parte é decomposta para então a planta refazer e utilizar o nitrogênio em outras funções. então pode não ser tão vantajoso assim ou nem ser vantajoso assim. O mais importante é sempre uma adubação mineral completa, balanceada fornecida em dosagens corretas e gradual pois sim, os minerais que a planta vão utilizar para formação de estrutura e no funcionamento geral da planta para que sim a planta faça fotossintese plenamente e assim desenvolva bem.
      Bom espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só entrar em contato novamente.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Holá! Sobre a discussão dos aminoácidos, ouvi dizer sobre um outro argumento a favor deles: os aminoácidos funcionam como um tampão para manter o PH do substrato mais estável (ligeiramente ácido - entre 5.5 e 6). Esta faixa seria ideal para boa parte das orquídeas
      Mais informações sobre soluções tampão podem ser encontradas no youtube

      Excluir
  5. Andrew, adorei o texto. Andrew lendo esse post, me alertou para uma situação, se eu quiser seguir algumas dessas recomendações, não será fácil, pois eu cultivo muitas de minhas plantas em troncos e casca de perobas, na maioria das vezes nas recomendações sugere que usamos uma quantidade de adubo orgânico no cantinho do vaso. Gostaria de saber, no meu caso. Como faria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Devanis! No caso de cultivo em placas é perfeitamente possível o uso do orgânico também. Basta com a mesma dosagem recomendada você fazer sachezinhos e pendura no arame das cascas e troncos que assim que fizer a irrigação com o tempo o adubo vai sendo liberado para a planta. Pode-se usar para o saches tecido de meia calça velha ou mesmo tnt tbm. é prático e eficiente.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. Mais uma vez amigo! Obrigado! Amigo! Eu no momento só uso o B&G, recentemente fiz um pedido do orgânico, com essa dica de usa-lo em sachê,irei ficar mais tranquilo com minha plantas. Amigo estou um pouco preocupado. É que devido a ampliação do imóvel do meu vizinho acabei ficando com pouco iluminação,durante quase o ano todo, inclusive no outono e no inverno, só após as cinco horas, restrito até as cinco e meia, acredito que por pelo menos um ano, as minhas plantas não irão florir.inclusive as minhas Walk., mas o que fazer, é deixar a natureza definir o destino delas. Abraços.

      Excluir
  6. Andrew, eu tenho uma coleção de orquídeas vanda só que estou com um problema que não sei dizer se é a adubação que estou usando 1 vez na semana ou a questão da umidade pois tenho perdido algumas vandas adultas que começam a secar as raízes e cair as folhas uma a uma até a morte.A planta começa a ficar mais fraca e vai caindo as folhas de baixo para cima até a morte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcio! Qual é a adubação que você tem feito?
      Olha pode ser sim a questão da umidade. Vandas por não estarem plantadas em nenhum tipo de substrato requerem regas frequentes diárias, as vezes mais de uma vez ao dia em dias mais quentes e secos, mas, não só a rega, mas o ambiente deve ser também úmido e com boa ventilação para que evite que elas desidratem rápido demais e percam suas raízes. Alguns truques, como molhar o chão frequentemente ou por recipientes com areia molhada próximo as vandas ajudam a melhorar a umidade perto delas.
      Como que está sendo o seu cuidado em relação as regas com elas? Elas estão soltas ou estão em substrato e vaso?
      Bom, aguardo as respostas para poder ajudar melhor. Forte abraço e até a próxima!!

      Excluir
    2. Boa tarde Andrew,estou usando 3 gramas de npk 20-20-20 por litro de agua 1 vez na semana e 1 vez por mês a mesma medida 10-30-20 .A cidade onde moro é bem alta então onde ficam minhas plantas apesar de estar usando um sombrite 70% e molhar as plantas 2 vezes ao dia molhando também o chão o ambiente continua quente pois o chão é cimentado.

      Excluir
  7. Caro amigo, recentemente eu pedi-lhe um favor, que era a respeito do uso do orgânico em planta afixada em placas e troncos. Agora estou com uma outra dúvida, essa referente a adubação rotineira dessa planta. É que o produto que uso (B&G) em sua indicação, é para ser aplicado diretamente sobre o substrato, porem as plantas afixada em placas e troncos, que são rígidos, o fertilizante tende a escorrer, aí pergunto. Será que, com essas circunstâncias, as plantas não ficam com deficiências nutricionais, ou isso não tem nada a ver? Ficarei muito grato pela orientação. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Devanis! No caso de plantas em tocos ou soltas não tem problema algum, pois como o adubo está sendo jogado na forma dissolvida, líquida boa parte dele na aplicação já ficou retida no velame das raízes que seguram o adubo o transportando para a parte viva das raízes e assim ele sendo absorvido pela planta e tbm o q cai nas folhas fica por um tempo, o suficiente para escorrer pelas raízes e ser absorvido também e também uma porcentagem fica retido na própria superfície das placas e conforme ela é lavada parte é apanhada pelas raízes e assim absorvido, portanto, o uso do BeG e qualquer outro adubo solúvel é normal, assim como seria nas plantadas em vasos com substratos.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  8. Boa noite.
    Estou iniciando agora com orquídeas.
    Tenho mudas e adultas.
    Algumas com até 3 florações no ano.
    Uma loja me recomendou usar Forth Orquídeas Floração de 15 em 15 dias. PROCEDE?

    Att. José Benedito - Uberaba-MG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá José! Em vês de usar o Forth floração use o Forth orquídeas manutenção neste intervalo de tempo que dará bons resultados.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. muito obrigado mestre.
      att. José Benedito

      Excluir
  9. Bom Dia! Ola Andrew, Queria saber o endereço de um site para comprar o meio de cultura da B&G, minhas sementes estao prontas e preciso semealas.Se poder me ajudar agradeço, obrigada,Eliane Pacheco

    ResponderExcluir
  10. Olá boa tarde, fiz uma mistura de 5 kg de farinha de ossos, 1,5 kg torta de mamona, 0,5 kg cinza vegetal, e queria saber se posso usar uma colher de chá da mistura na borda do vaso da orquídea, obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pode sim Elizete, mas não coloque em cima das raízes para não queimar, mas no canto do vaso longe das raízes pode usar sem problema ou então pode fazer saches com tecidos permeáveis e colocar o adubo dentro e por dentro do vaso ou pendurado no arame suporte.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  11. Olá boa tarde, fiz uma mistura de 5 kg de farinha de ossos, 1,5 kg torta de mamona, 0,5 kg cinza vegetal, e queria saber se posso usar uma colher de chá da mistura na borda do vaso da orquídea, obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pode sim Elizete, mas não coloque em cima das raízes para não queimar, mas no canto do vaso longe das raízes pode usar sem problema ou então pode fazer saches com tecidos permeáveis e colocar o adubo dentro e por dentro do vaso ou pendurado no arame suporte.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  12. Andrew o que você sabe sobre o adubo orgânico salva vidas tradicional, ele é melhor que o bokash? Como você recomenda o uso deste adubo? Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá O que sei é pelos relatos que fazem dele. É um bom adubo orgânico, promove uma boa nutrição, agora se é melhor ou não que o bokashi não sei dizer, pois nunca usei o salva vidas, porém o bokashi sim e este quando de boa qualidade é um ótimo adubo.

      Excluir
  13. Andrew o que você sabe sobre o adubo orgânico salva vidas tradicional, ele é melhor que o bokash? Como você recomenda o uso deste adubo? Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá O que sei é pelos relatos que fazem dele. É um bom adubo orgânico, promove uma boa nutrição, agora se é melhor ou não que o bokashi não sei dizer, pois nunca usei o salva vidas, porém o bokashi sim e este quando de boa qualidade é um ótimo adubo.

      Excluir
  14. Prezado Andrew,
    Novamente utilizo seus préstimos para solucionar uma dúvida sobre adubação.
    Tenho utilizado o Forth Orquídeas (Manutenção) até o surgimento das hastes florais, depois o Forth Orquídeas (Floração) até quando o primeiro botão está prestes a abrir.
    Ambos possuem Cálcio na formulação. O de manutenção apresenta no rótulo a concentração de 0,5% ou 6,4 g/l. Já no de floração a concentração dobra (1% ou 12,8 g/l). Há uma divegência entre o que está no meu rótulo e as informações no site da Forth, pois lá aparece aparece ambos com 1%.
    Partindo do pressuposto de que a concentração é 0,5%, você acha que é preciso de algum tipo de complementação de cálcio? Em caso positivo o que sugere? Nitrato de Cálcio? Estou tentando fugir de adubação orgânica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A propósito, minha adubação é feita semanalmente, com metade da dose quinzenal que indica o fabricante.
      Mas estou pensando em torná-la quinzenal, já que estou ficando com o tempo meio apertado.
      Att.
      Ruy (Poços de Caldas)

      Excluir
    2. Olá! Olha as vezes essas divergências podem ocorrer ou porque mudou a fórmula e reduziu a concentração e o site ainda não se atualizou ou então o produto vem com mais cálcio e no site já está anunciado, mas ainda existe produto no mercado de estoque antigo com a concentração antiga. Esses problemas podem ocorrer, mas não é nada que vá prejudicar tanto sua adubação devido a freqüência.
      Se a planta está desenvolvendo bem e florindo bem não há necessidade de complementar com cálcio, até para evitar possíveis excessos deste elemento.
      Quanto a freqÜência quanto mais frequente mais eficiente é a adubação, mas a quinzenal também funciona muito bem.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só entrar em contato.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  15. Olá, Andrew!!!
    Acabei de conhecer seu blog pesquisando sobre como salvar minha phalaenopsis...
    Ganhei ela linda e florida há umas três semanas, ela estava no pinus e muito úmida, esperei suas raízes ficarem brancas antes de regar, pois li que se as raízes estivessem verdinhas era sinal de que não precisava regar...
    Mas depois da rega as raízes q já estavam meio apodrecidas estão ficando piores e contaminando as outras, tirei com muito cuidado do pinus, correias raízes podres e passei para o carvão, mas parece q não tá dando resultado as raízes continuam a ficar secas e as folhas estão começando a amarelar de baixo p cima.
    O que eu devo fazer?? Será q foi algum fungo?? Ela está morrendo??

    Agradeço por compartilhar seus conhecimentos.
    Abçs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anita! Primeiramente um feliz 2016 para você e sua família!
      Ola, não tive como responder antes, mas não sei como está essa planta agora, mas você fez o procedimento correto, porém o cultivo no carvão puro ou em substratos muitos secos requerem uma rega mais intensa, pois como seca rápido a planta pode ter problema se não compensar com mais regas e mais adubação. Outro ponto é também a questão do ambiente que é fundamental para o uso desse tipo de substrato seco. O ambiente nesse caso deve ter boa ventilação sem exageros e bastante umidade no ar para que a planta não transpire tanto e assim desidrate rápido demais. Se o ambiente for mais seco use substratos mistos de qualidade comprando em orquidários especializados, geralmente vem a base de casca de pinus tratada e nova, carvão e muitas vezes brita também.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só entrar em contato.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
    2. Oi Andrew!!! Feliz ano novo pra vc tbm!!!
      Infelizmente ela morreu :-( fiz de tudo.Miaturei o carvão com pinus, coloquei enraizador, vitamina B... Mas não teve jeito, acho que deu algum tipo de fungo porque o tronco foi ficando preto e eu não sabia como comprar esses fungicidas de contato ou sistêmicos. Mas entendi que quando compramos a planta devemos ver o estado das raízes ver se o substrato é compatível com ambiente... As outras orquídeas eu fiz o que você falou tive que misturar com pinus e fibra de coco porque seca muito rápido no calor e elas reagiram bem.
      Mas obrigada pelas dicas seu blog virou meu manual rsrs abraços!!

      Excluir
  16. Bo tarde,Andrew!Sou nova na arte de cuidar de orquídeas e por isso me considero uma orquiboba rsrs, mas tenho acompanhado seu blog e vc realmente é maravilhoso. Bem ,a 1 ano fecundei uma Laelia com uma catleya simplesmente aconteceu em setembro a capsula quase abriu.Peguei as semente e realizei todo o processo do cultivo ... muitas derem fungo ,mas muitas se desenvolveram . Agora preciso saber quanto tempo devo esperar para fazer o replantio ,parece que elas não crescem muito .Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Margort! Bacana e graças a Deus pra primeira tentativa deu alguns certo. Agora é o seguinte: se os frascos estão muito lotados será necessário fazer o processo da repicagem para outros frascos, conforme descrito nos vídeos. Se estão com poucas plântulas, aí em geral quando estiverem com 1 a 1 ano e meio, com cerca de uns 3cm ou mais as plântulas ou já estarem bem formadas, com raízes e folhas aí já podem ser passada para o próximo passo que é o cultivo nos coletivos.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo mais dúvidas é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  17. Boa Tarde Andrew, tenho duas phalaenopsis e recentemente elas começaram a apodrecer as raízes e amarelar as folhas quando percebi acompanhei de perto e logo depois de alguns dias troquei as duas de vaso, tirei as raízes pobres e coloquei substrato novo. Mas no caule delas tem tipo um pó branco (pouco mas tem) e não estão muito bonitas, gostaria de saber o que faco. Elas ficam na varanda do meu apartamento onde pega pouco sol, (sol não direto)e sempre molho uma vez por semana, já floriram uma vez e agora já se passaram mais de um ano e não deu flores novamente, tenho fotos se quiser posso mandar. Preciso muito de ajuda. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Olha fez bem em trocar sim e esse pó branco pode ser cochonilha. Caso afirmativo elas podem ser removidas com escova de dentes macia e sabão de coco limpando totalmente elas.
      Agora me diga Que tipo de substrato você está utilizando e qual adubo e freqüência que está sendo utilizado?
      Envie fotos para o e-mail do blog: orquideassemmisterio@gmail.com

      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Boa noite Andrew..
    Descobri agora seu site e gostei muito, são dicas bem bacanas. Gostaria de tirar algumas dúvidas com vc se for possível..
    Tenho umas 30 orquídeas de várias espécies, dentre elas algumas cattleya e laelia e parece q elas estão adormecidas, faz mais de 2 anos q não florescem, desde comprei, acredito q esteja fazendo algo errado.. Eu uso a cada 2meses bokashi e semanalmente o 20-20-20. Seria melhor eu trocar para o biofert ou o beg? Ou como fazer nesses casos?
    Também tenho 4 vandas e as mesmas não florescem TB, uso semanalmente o 20-20-20 e 3 gotas de vit B, posso trocar para o biofert ou beg TB?
    Desde já Agradeço sua atenção e aguardo seu auxílio..
    Mais uma vez, parabéns pelo site.. Gostei bastante.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline! Olha a sua adubação não está ruim, mas nas vandas pode-se usar o bokashi também para complementar o cálcio e micronutrientes, para isso faça uma trouxinha com algum tecido poroso e pendure no topo de seu suporte.
      Agora a falta de florescimento pode está ligado a problemas de iluminação deficiente e mesmo qualidade dos substratos também? Será que o seu ambiente não está muito escuro? Onde estão sendo cultivadas e como está o enraizamento de suas plantas? Qual e como está a cara do substrato delas?

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Agradeço pela resposta Andrew.
      Vou fazer isso, colocar bokashi nas vandas, obrigada.
      Então, em relação ao substrato, acredito q não, não é tão antigo também..
      Quanto ao local das cattleya e laelia, nunca soube ao certo onde deixar, é melhor mais escuro ou mais claro (como um sol direto até as 9h)? As folhas delas, umas estão com a tonalidade verde mais escuro, já outras um verde mais claro.
      Posso usar o biofert junto com os outros adubos?
      Desde já.. Mais uma vez, obrigada..

      Excluir
    4. Olá Aline! Para poder ajudar melhor em seu caso tente enviar fotos do local de cultivo, das plantas, do substrato, tudo com bastante riqueza de detalhes para que possa ajudar de forma mais precisa. Envie para o e-mail do blog: orquideassemmisterio@gmail.com
      Fico no aguardo. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  21. Boa Tarde Andrew, conheci agora a pouco o seu Blog e estou lendo tudo que posso, só não entendi como o adubo orgânico (farinha de osso e outros?) colocado longe das raizes influencia a planta, poderia me explicar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexandre! O adubo orgânico ele só influenciará nutricionalmente na planta quando ele for mineralizado por microrganismo, o que leva um certo tempo, por isso eles são de liberação lenta e gradual e conforme ele vai sendo mineralizado esses minerais são dissolvidos em água e levados até a raiz com o fluxo da água pelo substrato e assim ele chega até as raízes. Se coloca o adubo longe das raízes, pois alguns adubos orgânicos, como a farinha de osso são muito fortes e podem queimar as raízes trazendo problema para as plantas, por isso que a recomendação é sempre colocar longe das raízes.

      Excluir
    2. Bom dia e muito obrigado pela resposta!

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  22. boa noite posso usar torta de mamona e farinha de osso e depois npk 9 45 15 nas minhas orquideas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Poderia sim usar torta com farinha de osso no canto do vaso a cada 2 ou 3 meses, porém prefira usar um adubo balanceado tipo 20 20 20 e que tenha micronutrientes também.

      Excluir
  23. Antes de mais parabéns pelo excelente blog.
    Gostaria de pedir a sua opinião sobre a fertilização das orquídeas recorrendo a húmus de minhoca liquido, a uma solução de 10%, 1Kg de húmus em 10L de água, que seria filtrado e aplicado com borrifador.
    Será boa ideia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Olha o humus não é um adubo usual e recomendado e pouco se fala dele em trabalhos de nutrição em orquídeas. Para terrestres não há problema algum. Como você vai usar de forma líquida e filtrada é provável que não dê problema, mas é preciso fazer testes para avaliar se terá um bom resultado então seria interessante testar por algum período para avaliar se será satisfatório ou não.
      Boas experiências aí e qualquer dúvida é só perguntar. Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  24. Oi! Pesquisando no google achei o post. Excelente! Parabéns! Mas fiquei preocupada com minhas Vandas. Tenho 5 mudas de 2 anos e meio. Estou usando 30-10-10 peters. Tirei o substrato e agora estão penduradas com as raizes expostas. Tirei por achar aqui no sul, frio pra elas e o substrato no inverno fica encharcado. Preciso complementar a adubação do peters. Uso este semanalmente e mensalmente o 10-30-20.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Keli! Realmente com o frio daí e o substrato a sensação térmica de frio fica muito maior e para elas isso é ruim. Agora uma dica: Não use o adubo 30 1010 em vandas e tente conseguir um adubo mais balanceado tipo 20 20 20 ou um adubo mais completo para orquídeas que tenha cálcio. Tenta conseguir o Forth orquídeas manutenção um bom adubo completo e tem cálcio. Com ele não terá necessidade de usar o 10 30 20 também. O problema do adubo 30 10 10 é o excesso de nitrogênio em relação aos demais elementos e isso pode deixar sua planta flácida atrapalhando a floração e aumentando o ataque de pragas e para sua região que em boa parte do ano o sol é bem mais fraco ele é ainda maior, pois a planta aproveita menos os adubos por causa da falta de luz natural e pode ocorrer o acúmulo de nitrato na planta o que vai aumentar muito o ataque de pragas.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo outras dúvidas é só entrar em contato.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  25. Sandro Di Federico10 de abril de 2016 01:31

    Olá, existe algum estudo relatando a faixs de Lux que as orquídeas num modo gersl precisam? Eu acho muito.subjetivo quando se se fala em ser ou não escuro. Sabemos que se estiver debaixo de sol com sombrite fica mais fácil a questão, mas quando em sacadas, varandas e ambientes sem muito sol...abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandro! até existem sim, porém em termos práticos é pouco útil, pois em cultivos doméstico, mesmo em grandes colecionadores se torna muito difícil esse controle de de lux pelo fato de existem um grande número de espécies, gêneros e híbridos em uma coleção com diferentes necessidades luminosas e metabolismos o que torna bem complicado determinar padrões nesse sentido. Os atributos que nos guiam quanto a questão da luz são realmente a coloração das folhas que muito nos dizem se a planta está com boa quantidade de luz excesso ou falta, então é sempre observar a coloração das folhas. Folhas com uma cor viva bonita de verde é sinal que a luminosidade está boa, porém folhas amareladas e com queimaduras indica excesso de luz e folhas com um verde excessivamente escuro indicam falta de luz o que é facilmente observado já que as mudanças da coloração são bem marcantes.
      Bom, espero ter ajudado, mas tendo oturas dúvidas é só entrar em contato.
      Forte abraço e até a próxima!

      Excluir
  26. posso fazer saches com o adubo 10 10 10 e colocar no cantinho do vaso de orquidea?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Não não faça, irá intoxicar a planta por excesso de salinidade. Sache apenas para adubos orgânicos ou do tipo COTE de liberação lenta.

      Excluir
  27. Boa tarde, parabéns pelo blog. Pelo que vi, o adubo Peters agora está sendo distribuído pela Forth Jardim, correto? Posso usar essa marca como único adubo, ou será que é necessário algum complemento? Eles tem crescimento, manutenção e floração. Essa informação de que para orquídeas não importa muito usar um adubo para floração procede, ou será que eu entendi errado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Sim dá para usar os adubos da forth sim e realmente procede que não é importante para orquídea. As fórmulas balanceadas ou com ligeiro aumento de fósforo e ainda maior de potássio são as mais interessantes e a forth tem uma linha bastante completa. O forth manutenção para orquídeas costuma ser o suficiente, pois ele tem cálcio e tem os micronutrientes também o que é fundamental para uma boa nutrição.

      Excluir
  28. Complementando: apesar de existirem essas 03 fórmulas da forth para orquídeas, vejo que não recomenda muito o adubo de crescimento 30-10-10. Daí posso usar direto o de manutenção, e usar o de floração quando a planta já estiver desenvolvida e pronta para florir? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode utilizar apenas o manutenção. O floração não é tão interessante no caso de orquídeas e o crescimento aumenta muito o nível de ataque de pragas e doenças pelo excesso de nitrogênio.

      Excluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Parabéns pelo blog...para mim...foi o mais completo que consultei...sendo iniciante...me ajudou muito...Gostaria de tirar uma duvida...tenho testado a brita 1 como unico substrato com bons resultados...faço adubação mineral semanal com "sempre verde orquideas" e gostaria de mudar para organomineral... duvida é que adubação organica necessita de fungos e bacterias para liberação de nutriente, isso é possivel com substrato inerte? ou essa opção de adubação só funcionaria com substrato organico? outra duvida...eu poderia adubar c/ mineral 1X ao mes e a cada 2 meses com organico? obrigada pela ajuda...abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Erika! Olha mesmo na brita que é inerte ocorrem crescimento de fungos e bactérias e o próprio adubo orgânico é rico nesses microrganismos, portanto a decomposição e mineralização dele ocorre normalmente, agora quanto a adubação, como você pretende continuar com adubo mineral solúvel pode manter a adubação semanal que é mais eficiente e fazer a adubação orgânica a cada 2 ou 3 meses. No caso da mineral use apenas adubos solúveis que sejam completos e balanceados e que tenha cálcio e micronutrientes em sua formulação.

      Excluir
  31. Olá Andrew, gostaria de uma informação.
    Pode usar dois ou mais adubos ao mesmo tempo?
    Exemplo: Coloquei no cantinho do vaso 1 colher de café de osmocote, eu posso usar o 20 20 20 nas folhas e no substratos ao mesmo tempo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Olha Não é bom fazer isso não, pois a chance de salinizar o substrato e intoxicar a planta é muito alta, portanto não coloque mais de uma fórmula de adubo mineral ao mesmo tempo.

      Excluir
  32. Quem usa orgânico tipo bokashi ou MC o q pode usar como foliar nas orquídeas.o manutenção forth ou o floracao da plant prod.E o q vc acha das recomendações dos adubos vendidos pela Bellas orquideas.Pois são lindas. Da pra dar opinião aos pés. Q ela usa. Como dois orgânico juntos mais o basacote todos em trouxinhas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! Então Pode sim usar o orgânico a cada 2 ou 3 meses no canto do vaso ou em trouxinhas e o solúvel semanal ou quinzenal e aí o melhor é o de manutenção seja da forth ou plant prod ou mesmo o BeG ou outro. Quanto a osmocote não é das melhores recomendações, mas também pode fazer com orgânico na trouxinha, mas deve usar uma formulação com o mesmo tempo de liberação dos orgânicos.

      Excluir
  33. Olá, Andrew! Mais uma vez, parabéns pelo site e muito obrigada pelas informações. Gostaria de tirar algumas dúvidas: tenho uma catleya que está quase sem vigor. Ela possui apenas dois pseudo bulbos pequenos e está nascendo uma única folha. O que posso fazer para ajudá-la? Comprei o Forth orquídeas manutenção e farinha de osso. Devo usar os dois ou apenas o Forth manutenção, já que ele tem uma pequena porcentagem de cálcio (1%)? Ela fica num vaso com casca de pinus e carvão vegetal. Estes mesmos fertilizantes podem ser usados em uma phal (em vaso com mesmo substrato da catleya) e duas oncidium (em casca de madeira, estando uma com bastante bulbos e folhas e outra com dois micro bulbos e quatro micro folhas)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complementando, as oncidium foram compradas com flores há dois anos, uma se manteve e proliferou a quantidade de raízes, bulbos e folhas, e a outra perdeu tudo, restando apenas 2 folhinhas (já tinha sido dada como morta pelo meu marido), mas decidi mantê-la e agora ela tem esses 2 bulbos minúsculos e as 4 folhinhas. E nenhuma das oncidium deu flores, assim como a catleya e a phal (estas últimas há mais de 5 anos sem dar flores). Posso te enviar fotos delas, se ajudar. Obrigada!

      Excluir
    2. Olá Tuca! Olha pode usar apenas o forth manutenção que é um ótimo adubo, mas me diga agora como que está sendo cultivado essas orquídeas, ambiente, rega e tudo mais e se possível envie fotos sim. Envie para orquideassemmisterio@gmail.com
      Fico no aguardo. Forte abraço!!

      Excluir
  34. Olá, o que vc acha do osmocote?Gostaria de começar usar fazendo trouxinhas, pois as minhas são em arvores,qual seria melhor, 202020 ou 141414, ou dê uma sujestão, abtaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! O osmocote é um bom adubo sua liberação controlada é uma boa possibilidade para quem tem dificuldade para estar adubando sempre e evita também os desperdícios e para esse tipo de cultivo seu é uma boa opção, embora os orgânicos sejam melhores. Em relação a fórmula as duas funcionam muito bem são equilibradas e vão permitir bom desenvolvimento da planta, ainda mais em árvore onde já existe um suprimento natural de adubação que escorre com a umidade. A principal dica é colocar bem pouquinho osmocote em cada trouxinha. Apenas umas poucas bolinhas para evitar qualquer problema de excesso.

      Excluir
  35. Boa noite eu vou usar pela primeira vez hydrofert orquídeas alta floração,mas não explica direito como dosar,exemplo 2 litros de água 1 colher ou de cafe,pode me dizer a medida certa ? obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Geralmente costuma ser uma colher rasa de café para cada litro de água, mas adubos de floração para orquídea são poucos eficientes em orquídeas. Prefira adubos de fórmulas equilibradas completos e faça a complementação com cálcio para sim ter um bom desempenho das plantas.

      Excluir